Seguros Gerais

Saldo das contas inativas do FGTS pode ser usado para aquisição de consórcio

 

Dinheiro também pode ser utilizado para acelerar a contemplação do consórcio, quitar parcelas em atraso ou antecipar as última

A crise econômica do país mexeu com o bolso e o sossego de muitos brasileiros, principalmente, depois do anúncio feito pelo governo em relação aos saques das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Segundo o Governo Federal, são 10,2 milhões de trabalhadores que têm direito a sacar o dinheiro dessas contas.
 
Mas o que fazer com esse dinheiro que até então não existia?  Especialista do Consórcio Nacional Realiza, companhia com mais de 20 anos de atuação no mercado, esclarece que é possível usar esse dinheiro para adquirir um consórcio – para fazer uma poupança, previdência – ou para a aquisição de bens.
 
Além disso, é possível também dar um lance para acelerar a contemplação, quitar parcelas, tanto as que estão em atraso, quanto as que ainda estão por vencer.
 
“Esta é uma boa oportunidade para quem não está endividado e não sabe ainda o que fazer com o dinheiro do regaste do FGTS inativo. A taxa de administração do consórcio é bem inferior aos juros cobrados pelos financiamentos, assim é possível planejar o valor das parcelas para não sobrecarregar outras despesas. O consórcio é investimento seguro e vantajoso especialmente na atual conjuntura econômica do país”, declara Ricardo Tomita, Diretor da Realiza.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Brasesul reúne corretores de seguros em Florianópolis - t.co/desVqfhmvp

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Chubb Brasil nomeia novo Vice Presidente de P t.co/OmNn6vTAly

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

A edição de julho (200) da Revista Cobertura já está disponível em nosso site! Boa leitura! t.co/1hoAOIEQJu t.co/qIXyttK0rc

Show Media
Tweet Media
To Top