Seguros Gerais

Seguradora Líder-DPVAT divulga boletim estatístico do terceiro trimestre de 2017

 

Volume de indenizações pagas a vítimas de acidentes de trânsito somam 294.980. A cobertura por invalidez permanente respondeu por 75% desse total, mas caiu 14% em comparação a igual período de 2016

As indenizações pagas por acidentes de trânsito pela Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, chegaram a 294.980 mil no terceiro trimestre de 2017. Apesar de o resultado ser 8% inferior ao mesmo período de 2016, houve um crescimento dos casos de morte no trânsito: foram 31.004 indenizações computadas, 29% a mais do que no ano passado. Na cobertura por Invalidez Permanente, total ou parcial, foram registrados 220.153 sinistros. Embora representem o maior volume de indenizações pagas (75%) no período, esse montante foi 14% inferior ao registrado no mesmo intervalo de tempo do ano anterior.

A faixa etária mais atingida continua sendo a de pessoas com 25 a 34 anos, que reponde por 79.643 indenizações (27%), mas é crescente o número de acidentes ocorridos com os jovens: o grupo dos que têm entre 18 e 24 anos está em segundo lugar nas estatísticas, representando 22% do total, ou 63.980 indenizações pagas no período.

De acordo com o boletim do último trimestre, 173.893 (59%) dos indenizados pelo Seguro DPVAT são motoristas, sendo que 86% (149.304) deste total estavam sob a direção de uma motocicleta. Os pedestres representam 26% (77.964) da parcela das indenizações. Já os passageiros 15% (43.123).

“O respeito às regras do trânsito e o uso de equipamentos de segurança, como capacetes, salvam vidas. A maioria das indenizações pagas se destina à cobertura por morte e invalidez de pessoas muito jovens, a maioria homens, condutores de motocicletas. Famílias inteiras são afetadas por situações trágicas como essas. É fundamental ampliar as ações de Educação para o Trânsito para reverter esse cenário”, defende Ismar Tôrres, diretor-presidente da Seguradora Líder-DPVAT.

Principais dados do último trimestre:

Indenizações Pagas por Natureza:

Morte – 31.004 – 10%

Invalidez Permanente – 220.153 – 75%

Despesas Médicas-Hospitalares (DAMS) – 43.823 – 15%

Acidentes por tipo de veículo:

Motocicletas: 218.659 (74%)

Automóveis: 55.415 (19%)

Caminhões e picapes – 5.579 (2%)

Ônibus, micro-ônibus e vans – 5.344 (2%)

Ciclomotores (veículos de duas rodas até 50 cilindradas) – 5.579 (2%)

Indenizações por Região:

Nordeste – 94.291 (32%)

Sudeste – 86.004 (29%)

Sul – 57.368 (19%)

Centro-Oeste – 30.944 (11%)

Norte – 26.373 (9%)

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Essor participa de BrasilFret e 18º Encontro das Empresas de Fretamento e Turismo - t.co/j4fm50MtKI

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

TJ nega pedido do Paulistão de ampliar seguro por incêndio em 2012 - t.co/xLk2KNJmUP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Sindicatos têm 30 dias para garantir continuidade do Seguro Pecúlio - t.co/v2tJ6hcbRp

To Top