Redação

Wiz Soluções cria ferramenta para processos de seguros

 

Na palma da mão, em um único aplicativo, seguradoras, corretores e clientes se relacionam

Por Karin Fuchs

Heverton Peixoto, diretor de Transformação Digital da Wiz Soluções

A Wiz Soluções criou uma solução digital, a ZIM, que promete revolucionar a forma de renovar apólices, vender seguros, prestar serviços, como assistências, e de se relacionar com os clientes, envolvendo seguradoras, corretores e consumidores. Tudo em um único lugar e com a facilidade de estar na palma da mão.

Heverton Peixoto, diretor de Transformação Digital da Wiz Soluções, explica que o ZIM é uma solução digital, 100% aberta e gratuitamente disponível com todas as APIs (Interface de Programação de Aplicativos, na tradução para o português). Um aplicativo que, por trás, tem uma série de robôs, plataformas e conectores, ou seja, inteligência artificial, oferecendo diversas facilidades, principalmente para os corretores de seguros.

Segundo ele, “automaticamente quando o corretor entra no ZIM, a ferramenta faz uma busca de todas as seguradoras as quais seus clientes têm apólices e lhe fornece todos os seus dados, tais como, endosso, vigência, cobertura, endereço e telefone. Todas as informações que as seguradoras têm são alimentadas para os corretores”.

Outra forma de munir o corretor com a base de dados de seus clientes é a possiblidade do ZIM buscar as informações das apólices em seu e-mail ou em suas planilhas de Excel. Do outro lado, também automaticamente, o cliente é convidado a utilizar o aplicativo, a convite do próprio corretor.

“E ele tem uma série de benefícios, como por exemplo, acionar assistências, serviço de guincho, contratar o seguro viagem ou o seguro de vida, neste caso, com apenas uma pergunta: qual seria o capital segurado? Uma vez que todas as suas informações já estão no banco de dados e, com isso, o próprio capital segurado é sugerido”, informa Peixoto.

Outra facilidade é que, pelo ZIM, o corretor consegue visualizar quais apólices de automóvel vencem em um período de 30 dias, verificar cotações pendentes e quantos clientes tiveram sinistros. “E nós criamos um clube de benefícios com uma série de descontos para os corretores. Inclusive, as seguradoras podem criar um link de pontuação para as suas campanhas”.

Produtos

Inicialmente, o ZIM contemplará seguros de automóvel, vida, residencial e de celular. E Peixoto conta que ele já está preparado para ser ampliado para outros tipos de seguros. “Os consoles estão 100% conectados e prontos para que isso aconteça”, valida, acrescentando que o corretor também pode cotar produtos que usualmente ele não trabalha, como o RC Ambiental.

“Pelo ZIM, ele acessa o QAR (Questionário de Avaliação de Risco Automóvel) para ser preenchido, que é enviado para nós para que a cotação seja feita. Nesse caso é uma co-corretagem, com um termo assinado que não entraremos em contato com o cliente dele”, esclarece.

Por parte das seguradoras, Peixoto explica que basta elas plugarem seus produtos e suas assistências no ZIM. “Caso a seguradora não queira, mesmo assim, quando a apólice estiver por vencer a renovação será oferecida. E as companhias participantes terão a oportunidade de vender mais”.

Em termos de remuneração, o executivo esclarece que a comissão do corretor continuará sendo paga diretamente pelas seguradoras. “Não queremos nada do seguro de automóvel. Para os demais produtos, nós fizemos acordos com as seguradoras. E o nome da Wiz Soluções não figura na apólice”.

Ele frisa que “o foco está no pós-venda e no relacionamento; em oferecer a melhor experiência para o cliente. Quem vai para o digital só quer vender e esse não é o nosso objetivo”, revela, acrescentando que “em nenhum lugar do mundo existe uma ferramenta igual a nossa e seu nome está registrado em nove países”.

Canais

Além do aplicativo, o corretor também pode renovar apólices por outros meios, como o e-mail e o telefone. E o ZIM identifica que isso ocorreu e dá baixa, a partir da informação da seguradora, lembrando que ele fornece alertas sobre renovações que estão por acontecer.

E assim como pelo WhatsApp, pelo aplicativo o corretor tem as conversas registradas, pode verificar as últimas vezes que conversou com seus clientes, as cotações que foram enviadas e não fechadas. Pode também se relacionar com outros corretores.

“E ele pode personalizar com a sua logomarca, a cor da corretora, sua assinatura e contato, e enviar folders de seguradoras para seus clientes. Tudo que tem no mobile tem no computador, exceto o contato direto com o cliente que o ZIM proporciona”, exemplifica Peixoto.

Por parte da Wiz Soluções, haverá investimentos para gerar leads (novos clientes), como por exemplo, no Facebook. “O cliente interessado é direcionado ao corretor que lhe pedirá para baixar o aplicativo para conversarem, esclarecer dúvidas, e isso pode isso pode gerar indicação de novos clientes”.

O caminho

No primeiro trimestre deste ano, a Par Corretora mudou de nome para Wiz. Conhecida como a Corretora do Pessoal da Caixa, que detém 25% de seu capital, 25% são dos funcionários da Caixa e os demais 50%, do mercado.

“Em vida, ela é a maior operação de distribuição, com algo em torno de 4 milhões de segurados”, informa Peixoto.

Anteriormente, em 2013, a Fenae, Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal, havia vendido uma parte para a GP Investimentos, que posteriormente saiu do negócio. Nesse interim, o tamanho da Par foi triplicado e, desde 2012, o lucro cresceu cerca de 12 vezes.

“Hoje estamos em 585 municípios com força de venda presente, com cerca de 18 escritórios próprios que chega a 27, considerando a estrutura que utilizamos da Caixa Seguros. É a maior corretora em número de funcionários, 2.100 no total”, especifica o executivo.

Na venda de seguros de vida, ele diz que “éramos muito dependentes do financiamento imobiliário da Caixa. E antes que acontecesse, previmos que o número de agências iria diminuir e precisávamos de projetos digitais fora do ambiente Caixa. Até porque o comportamento do consumidor mudou, ele está optando pelo mobile e pelo internet bank, ao invés da agência”.

E a decisão foi investir fortemente em tecnologia. “Quando começamos a focar nos projetos digitais, identificamos muitas oportunidades, e que havia uma carência por parte dos novos clientes que estão entrando no mercado. Ao mesmo tempo que ele quer acionar uma assistência pelo celular, ele não quer comprar o seguro sozinho”.

Do lado dos corretores, Heverton Peixoto conta que a carência é não ter condições de investir em ferramentas digitais de ponta com inteligência artificial. “Ao mesmo tempo, eles receiam que o digital substitua o seu trabalho, e não conseguem emplacar outros seguros, sendo muito dependentes do seguro de automóvel”.

E, ainda, “percebemos que várias seguradoras querem atender o consumidor de forma digital, mas não querem trair o corretor. Elas também receiam ir diretamente ao cliente e sofrerem anti-seleção e fraude”. Desde o início do projeto, há cerca de um ano e meio, foram entrevistados cerca de 160 corretores e 500 clientes para identificarem o que eles queriam de uma solução digital.

Para finalizar, Peixoto conta que o nome ZIM foi criado justamente para ser totalmente blindado do que é a Wiz. “Inclusive os times estão sendo divididos”, acrescenta. A Wiz é uma empresa que desenvolve e implementa soluções para potencializar negócios, combinando serviços financeiros e de seguros com as necessidades dos clientes.

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

@MAPFRE_BR oferece desconto de até 50% durante a Black Week! #blackweek #blackfriday t.co/0oC7euwfSJ t.co/YLbKW1G5ys

Show Media
Tweet Media
Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

A criação da nova diretoria tem como objetivo consolidar a identidade da MDS no Brasil t.co/Qy8hicS9MP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Compra de leads se consolida como ferramenta para empresas conseguirem novos clientes t.co/GEVXm4y4uD

To Top