Redação

Especial 20º Congresso Brasileiro dos Corretores – Um retrato das corretoras do país

O mercado é dominado por pequenas empresas e com baixa diversificação. Um alerta para quem quer se manter sustentável

Especial 20º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros

Por Karin Fuchs

Com base no Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros (ESECS-PJ), produzido pelo economista Francisco Galiza, a pedido da Fenacor, o advogado especializado no mercado de seguros, Antonio Penteado Mendonça, alertou sobre as mudanças que os corretores terão que se adaptar para se manterem sustentáveis.

“O estudo mostra dados reveladores. O primeiro deles é que a maioria das corretoras é de pequeno porte (49,7% têm prêmios anuais de cerca de R$ 500 mil). O segundo é que quase 60% da produção das corretoras é com o seguro de automóvel. O que preocupa é que também a maioria não tem interesse em atuar em outras áreas”, analisou.

Sobre inclusão digital, Mendonça citou que nos últimos cinco anos houve um aumento significativo do uso de redes sociais por parte das corretoras, para se comunicarem com os seus clientes. “Por outro lado, é baixo o índice de utilização de ferramentas de informática nas corretoras, e elas também não têm atração para implementá-las em seus negócios”.

Em sua opinião, os corretores de seguros se manterão como o principal canal de distribuição. “Mais de 90% dos seguros brasileiros continuarão sendo colocados no mercado pelo corretor. Eu não acredito em venda de seguros pela internet, talvez de alguns produtos, como o seguro viagem, o de Acidentes Pessoais simples, mas a venda continuará pelo contato pessoal, que demandará uma série de outros atributos do profissional que lida com seguros”.

E o atendimento ficará cada vez mais personalizado, customizado. “Os corretores terão que achar seus espaços, os pequenos continuarão, mas será preciso se especializar e criar volume”. Nesse sentido, ele defendeu a diversificação da carteira. E questionou:

“Será que o segurado vai querer ter produtos em várias corretoras ou uma única plataforma que ele acessa imediatamente? Vocês terão que estar preparados para entrar nesse novo mundo”, acrescentando a importância em firmar parcerias com as seguradoras, para que novos produtos sejam criados, errando e acertando, até que seja entregue o que o consumidor quer.

Outro alerta feito por Mendonça foi em relação ao seguro de automóvel. “Menos de um terço da frota está seguradora, esse produto continuará sendo bastante vendido, mas ele passará por grandes modificações em função da própria utilização dos veículos, como o compartilhamento. A venda deste seguro terá que ser repensada”.

E a importância em diversificar a carteira, citando como exemplo que no Brasil há 18 milhões de imóveis sem seguro e um potencial para as PMEs com produtos adequados. “Há espaço para quem quiser crescer, não tem mais espaço é para amadores. Mas todos terão que fazer uma lição de casa: é hora de aprender o que o mundo está necessitando e entregar para ele da melhor forma possível e mais bem remunerada”.

20º Congresso Brasileiro dos Corretores traz reflexões para o mercado de seguros – https://goo.gl/RAzGtk

Especial 20º Congresso dos Corretores – A realidade do seguro de automóvel – https://goo.gl/HAL6Y7

Especial 20º Congresso Brasileiro dos Corretores – O complexo setor de saúde suplementar – https://goo.gl/83kPXK

Especial 20º Congresso dos Corretores – Combate ao mercado ilegal e defesa da inclusão do setor de seguros na agenda do Governo Federal – https://goo.gl/VBwWrt

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

@MAPFRE_BR oferece desconto de até 50% durante a Black Week! #blackweek #blackfriday t.co/0oC7euwfSJ t.co/YLbKW1G5ys

Show Media
Tweet Media
Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

A criação da nova diretoria tem como objetivo consolidar a identidade da MDS no Brasil t.co/Qy8hicS9MP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Compra de leads se consolida como ferramenta para empresas conseguirem novos clientes t.co/GEVXm4y4uD

To Top