Redação

Plataforma ZIM, uma polêmica que continua

E que foi tema do almoço do Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo para esclarecer dúvidas

Por Karin Fuchs

Apesar de todas as explanações sobre os benefícios e as facilidades que a plataforma ZIM oferece aos corretores de seguros para se relacionar em um único aplicativo com as seguradoras e seus clientes, potencializando, assim, os seus negócios, a forma, ou melhor, a empresa que desenvolveu a plataforma gera muita ressalva por parte dos corretores.

Isso porque ela foi desenvolvida pela Wiz Soluções, que tem entre as suas sócias a Caixa Seguros, detentora de 25% de seu capital e esta, por sua vez, tem a plataforma Youse. O tema, que já causou polêmica no 20º Congresso Brasileiro de Corretores de Seguros, realizado em Goiânia (GO), no mês de outubro, foi a pauta do almoço do Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP), que aconteceu ontem, 7 de novembro, em São Paulo.

Inclusive, o almoço foi realizado para esclarecer dúvidas sobre a ZIM, contou com a presença das principais entidades do setor e dos executivos da Wiz Soluções. Presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo disse que também inicialmente eles tiveram ressalvas em relação à plataforma, mas depois de reuniões com a Fenacor, parceira neste projeto, e de conhecer a Wiz Soluções, foi levado ao Comitê de Inovação da entidade o tema.

“A nossa posição é que a ferramenta tem que conquistar os corretores; não há exclusividade nenhuma, se alguém trouxer uma ferramenta nas mesmas condições de operação, tecnicamente falando, estamos totalmente abertos a isso. E é de livre arbítrio de cada um optar por essa ou qualquer outra ferramenta que venha a ser apresentada”, expôs Camillo.

Segundo ele, “qualquer ferramenta a ser apresentada terá o mesmo escopo de dúvidas de segurança, a não ser pelo fato de que essa tem uma relação de parentesco com a Youse, o que apimenta a desconfiança, e traz a discussão para a politização e questionamentos errados. O que deve ser perguntado é: se a ferramenta lhe serve ou não, a sua condição e funcionalidade”.

Garantias

O presidente da Fenacor, Armando Vergílio, afirmou que em um cenário em que a tecnologia é inexorável e que é preciso buscar soluções tecnológicas para continuar desenvolvendo o negócio corretagem, e que por outro lado se ouve que o espaço do corretor vai diminuir dando lugar às vendas online, a Fenacor teve a iniciativa de buscar uma solução para oferecer aos corretores.

“Nós poderíamos construir uma plataforma própria, mas chegamos à conclusão que isso demandaria tempo e recursos que não temos. A Youse não tem qualquer relação de gestão com a Wiz Soluções e muito menos com a ZIM. A Fenacor jamais iria se aliar a alguém que gerasse risco aos corretores, e nós fomos buscar garantias legais para proteger a carteira dos corretores”, disse.

Assim como Camillo, Vergílio deixou claro que a ferramenta é opcional e que se o corretor escolher uma oferecida por outra empresa, que ele seja cauteloso. “É preciso analisar as garantias e seguranças, isso mexe muito com os interesses de empresas que querem ganhar dinheiro em cima dos corretores. A Wiz Soluções é uma empresa listada na bolsa, tem modelo de governança e auditoria externa”.

CEO da Wiz Soluções, João Silveira declarou que o objetivo da ZIM é diversificar a atuação da empresa. “90% das nossas operações de vendas vêm das agências da Caixa Econômica Federal, o que é um risco. Por pesquisas, vimos que claramente a distribuição é estrategicamente dos corretores, apenas 12% dos consumidores compram seguros pela internet. A nossa parceria é de ‘ganha-ganha’, o foco da ZIM é inserir o corretor na era digital”.

Questionamento

Os convidados questionaram os executivos, e a pergunta da maioria deles foi porque a parceria foi feita com a Wiz Soluções, em meio a tantas empresas de tecnologias que há no mercado. Um deles disse ter sido traído e que faltou honestidade e clareza.

Em resposta, Armando Vergílio comentou: “o que nós fizemos que não teve transparência ou clareza? Talvez a Fenacor tinha que se comunicar melhor e vamos fazer isso. O que nós estamos propondo é uma solução, ninguém é obrigado a aderir. Se o corretor achar que a ferramenta não é a ideal, nós vamos conscientizá-lo a buscar outra, pois é importante a sua inclusão digital”.

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

@MAPFRE_BR oferece desconto de até 50% durante a Black Week! #blackweek #blackfriday t.co/0oC7euwfSJ t.co/YLbKW1G5ys

Show Media
Tweet Media
Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

A criação da nova diretoria tem como objetivo consolidar a identidade da MDS no Brasil t.co/Qy8hicS9MP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Compra de leads se consolida como ferramenta para empresas conseguirem novos clientes t.co/GEVXm4y4uD

To Top