Seguros Gerais

Chubb diz que vendas de seguro residencial podem crescer com conscientização

 

A Chubb, uma das maiores seguradoras do mundo, considera que o seguro residencial pode ser mais bem explorado no mercado brasileiro, tendo em vista que essas proteções apresentam um volume de vendas muito inferior em relação ao seguro de automóvel. “Não faz sentido uma diferença tão grande, pois, em geral, o maior patrimônio das pessoas se encontra no interior da residência onde vivem e nos imóveis que possuem”, observa Claudio Oliveira, Diretor Comercial da Chubb.

Segundo o executivo, os consumidores brasileiros tendem a considerar que o seguro residencial é caro porque o valor a ser segurado normalmente é maior em relação ao auto. “Contudo, o custo da proteção da residência é muito inferior. Por isso, acreditamos que basta difundir essa informação com mais intensidade para começar a reduzir a distância entre os dois produtos, no volume comercializado”, destaca.

Cláudio considera que muitos brasileiros ainda não se atentaram para a abrangência do seguro residencial, que vai muito mais além das tradicionais coberturas para incêndio, raio e explosão. Segundo ele, a proteção comercializada pela Chubb pode ainda englobar roubo, furto, danos provocados por intempéries, impacto de veículos, quebra de vidros, espelhos, mármores e ladrilhos, danos provocados por fumaça, desmoronamento, inundações, prejuízos decorrentes de tumultos, danos elétricos, rompimento de tubulações e outros riscos.

De acordo com Cláudio Oliveira, o seguro residencial da Chubb também disponibiliza a proteção de Responsabilidade Civil Familiar, que concede indenização a pessoas que tenham sido prejudicadas de forma involuntária por moradores ou pessoas que trabalham na residência, além de animais de estimação. Entre outros benefícios, a cobertura ainda inclui quedas de objetos da janela e reembolsa custas judiciais e honorários de advogados.

Com relação aos serviços que a Chubb pode agregar ao seguro residencial, o diretor cita o checkup completo na residência para verificar os principais itens de manutenção nos setores elétrico e hidráulico. “Ao mesmo tempo, o segurado pode requerer retirada de entulho em pequenas reformas, além da fixação de quadros e limpeza de caixa d’água”, prossegue.

Cláudio Oliveira conta que o seguro residencial da Chubb também concede soluções para clientes de alta renda que necessitam de proteção para um leque mais amplo de riscos. Para esse público, a seguradora oferece o produto Residencial Quality Protection, que inclui coberturas para itens diferenciados como joias, obras de arte, coleções preciosas, relógios valiosos, tapetes raros, jardins exóticos, projetos ousados de paisagismo e outros. O produto pode ainda adicionar um serviço exclusivo de inspeção de risco denominado Appraisal, em que um especialista relaciona todas as peças do cliente e avalia as condições do risco em relação à construção, proteção e segurança. “Neste trabalho, é elaborado um material completo com descrição e fotos dos bens. O serviço facilita a identificação das peças pelo cliente, para que ele possa apresentar os valores de cada um dos itens que serão segurados”, descreve.

O executivo da Chubb observa que o corretor de seguros pode colocar em prática uma boa estratégia ao oferecer o seguro residencial para os seus clientes que já adquiriram um seguro de automóvel. “É uma operação de baixo custo, por venda cruzada, em que o cliente pode enxergar com clareza o quanto a proteção residencial é acessível, na comparação com o seguro para auto”, conclui Cláudio Oliveira.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Para o presidente da ABRAIDI, Sérgio Rocha, as investigações precisam ser aprofundadas para que todos os envolvidos… t.co/3DYUOA0z9f

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Em suas novas funções os profissionais têm como meta maximizar os resultados da companhia, buscando mais eficiência… t.co/bD9fJveXoX

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

O seguro viagem tem validade durante a viagem, mas há uma cobertura, em especifico, que começa a valer desde a cont… t.co/pw4Ka8lCWx

To Top