Redação

Potencial junto às assessorias de seguros

 

AIG Brasil premia as que mais produziram em 2017 e prevê dobrar a participação desse canal nos resultados da companhia

Por Karin Fuchs

Em evento descontraído, a AIG Brasil reuniu assessorias parceiras de norte a sul do país e, na ocasião, homenageou as que obtiveram os melhores resultados em 2017, com a premiação Crescer Juntos.

Na categoria “Destaque”, especificamente para vendas pelo Portal do Corretor, a assessoria premiada foi a Ala, de Blumenau (SC), que no ano passado produziu mais de R$ 1 milhão em prêmios por este canal.

Já a categoria “Performance” premiou as cinco maiores em produção online e offline. O primeiro lugar foi para a UDA Repgen, de Salvador (BA), que superou em R$ 5 milhões a produção junto à AIG Brasil.

“As assessorias são um importante canal para a AIG Brasil, hoje elas representam 5% da nossa produção e a meta é dobrar essa participação neste ano”, disse Fábio Cabral, diretor comercial da companhia.

“Nós vemos vocês (assessorias) como colaboradores, parte da nossa família e não como terceiros. O nosso diferencial são os serviços, além dos nossos produtos. E que nós tenhamos um grupo maior de assessorias”, afirmou o presidente da AIG Brasil, Fabio Protásio Oliveira.

O evento foi realizado na noite de ontem, 1º de fevereiro, em São Paulo (SP), e contou com a participação de mais de dez assessorias. Do portfólio da AIG Brasil, elas comercializam, principalmente, seguros para pequenas e médias empresas, e de Responsabilidade Civil, saúde e profissional.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Antonio Pedrotti é destaque na Academia Francesa de Artes, Letras e Cultura - t.co/IjBBnGFmea

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Outubro Rosa: seguradoras oferecem apólices com cobertura específica para mulheres - t.co/0eb6iMmhKk

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguradoras que transformam seus negócios e modelos operacionais podem obter US$ 375 bilhões em novas receitas - t.co/nlo3CuGeXD

To Top