Seguros Gerais

Seguradora dá 6 dicas de direção defensiva para o feriado de Carnaval

 

 

O aumento no fluxo de veículos nas rodovias federais durante o feriado do Carnaval demanda dos motoristas uma série de cuidados adicionais. Apenas como exemplo, em 2017 houve elevação de cerca de 24% do número de acidentes na comparação com o feriado prolongado do ano anterior, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O que motiva esse cenário, aponta Carlos Savarese, Superintendente de Frotas e Resseguros da Seguros SURA, é principalmente a falta de atenção. “Cerca de 35% dos acidentes em estradas acontecem porque o motorista não adota uma postura segura, aponta a PRF. É comum encontrar pessoas dirigindo e falando ao celular, conduzindo após ingerir bebida alcoólica ou, simplesmente, não prestando atenção na estrada por conta do excesso de confiança”, explica Savarese.

A sugestão do Superintendente de Frotas e Resseguros da Seguros SURA para esse ano é adotar uma postura defensiva de direção, o que diminui consideravelmente os riscos. “O motorista sempre deve conduzir seu veículo descansado e não pode, em hipótese nenhuma, ingerir bebida alcóolica antes de dirigir. É necessário que haja uma mudança de comportamento”, aponta Savarese.

A própria seguradora estimula em seus clientes a adoção da direção defensiva. A Seguros SURA tem uma equipe própria de profissionais especializados, treinados para oferecer serviços de Gerenciamento de Riscos e Programa de Prevenção de Perdas em seus clientes de Autofrotas. No período que antecede o Carnaval, a equipe de Gerenciamento de Riscos costuma realizar ações para conscientização e capacitação dos condutores das frotas das empresas seguradas com treinamentos e parcerias. “Levamos aos motoristas e usuários de veículos o conjunto de medidas e atitudes que precisam ser tomadas para evitar acidentes, levando em conta também erros cometidos por terceiros, assim como reações adversas – como mau tempo”, esclarece o executivo.

A Seguros SURA selecionou seis dicas de direção defensiva que, quando adotadas, evitam acidentes.

  1. Se beber, não dirija. Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o hábito de beber e, em seguida, dirigir, é o segundo maior causador de acidentes no País. O álcool é considerado um depressor porque diminui as funções do sistema nervoso central. A função normal do cérebro é retardada, a bebida afeta as habilidades cognitivas e de coordenação, diminuindo os reflexos.
  2. Esteja preparado para pistas molhadas. O Carnaval coincide com a temporada de chuvas de verão na maior parte do País, por isso tanto o condutor quanto o carro precisam estar aptos para enfrentar as estradas por conta da aquaplanagem. Para dirigir na chuva, é preciso reduzir a velocidade em 20% em relação ao indicado nas placas de sinalização da estrada. É importante também fazer a manutenção do para-brisa, verificar a pressão dos pneus e os fluídos dos freios.
  3. Tome cuidado com as ultrapassagens, principalmente em estradas de faixa dupla. É preciso se certificar que há boa condição de visibilidade, manter distância segura entre os veículos, sinalizar sempre suas intenções e nunca fazer ultrapassagens pela direita, em local proibido ou pelo acostamento.
  4. Faça uso correto do cinto de segurança. O cinto é obrigatório para todos os ocupantes do veículo. Vale lembrar que crianças precisam ser transportadas na cadeirinha indicada para a idade. Animais de estimação também devem usar cintos ou caixa de transporte afivelada.
  5. Descanse antes de dirigir. Se sentir cansaço ou sono, faça uma parada em local seguro, estique as pernas para despertar e descanse. Neste intervalo, tome uma xícara de café e lave o rosto. Mas lembre-se: a cafeína ajuda na redução do sono, mas não proporciona descanso.
  6.  Não use o celular. A segurança diante dessa prática fica comprometida. Especialistas afirmam que alguns segundos de distração ao digitar um número de telefone ou mensagem, por exemplo, a uma velocidade de pouco mais de 100km/h, pode levar um motorista a percorrer a distância equivalente a quatro campos de futebol totalmente às cegas. O que parece algo inofensivo, um deslize simples, pode custar vidas.
Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

AXA no Brasil tem nova liderança - t.co/hNrcZjCCza

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Transexual será ressarcido por plano de saúde que negou cirurgia para retirada de seios - t.co/ZudESncozg

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

A ed. de maio da Revista Cobertura (198) já está disponível em nosso site! Boa leitura! t.co/tXmO6R6wTF t.co/ZLSYcrwplR

Show Media
Tweet Media
To Top