Clipp-Seg

Governo lidera e 40% dos sites brasileiros não são seguros

 

Fonte ConvergênciaDigital

Um mapeamento da internet brasileira feito pela BigData Corp, a pedido da Serasa Experian, aponta que 40,10% dos sites do país não estão seguros, o que representa um total de 7,2 milhões de endereços. Estes sites não possuem o certificado de segurança SSL (Secure Socket Layer) que indica conexão segura utilizando criptografia. No mundo, esse percentual é muito menor, de 8,5%.

Segundo a pesquisa, que analisou 21 milhões de endereços no Brasil, os sites de governo estão entre os que menos usam SSL e puxam a média para baixo, pois 60% deles seriam inseguros. É bem abaixo das outras categorias separadas no estudo. Os sites de notícias aparecem com percentual de 39,7% inseguros, atrás dos corporativos, 26,5%; de comércio eletrônico, 21,2%; e blogs, dos quais somente 19,1% não teriam SSL.

O estudo destaca que o percentual de 21,2% de sites inseguros relacionados a e-commerce pode ser considerado um percentual alto por se tratarem de locais na internet que transacionam dados bancários. Além disso, aponta que do total analisado, os sites grandes e médios aparecem com percentuais também elevados de endereços inseguros, acima de 37% – sendo aí considerados aqueles com mais de 500 mil e com mais de 10 mil visitas mensais, respectivamente.

Outro aspecto destacado no estudo é que mesmo entre os que possuem os sites com certificados de segurança, um quarto (24,9% ou 2,73 milhões) estão expirados e precisam ser renovados. E outros 3,7 milhões, ou 34% dos que possuem o certificado, terão suas licenças expiradas em até três meses.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguro e previdência às MPEs só devem ganhar força depois de 2019 - t.co/O6oAjH2sER

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

SC tem mais de 9,5 mil furtos e roubos de carros de janeiro a setembro de 2018 - t.co/3Fj503h3Oe

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Fenasaúde divulga estudo sobre desafios da saúde suplementar e levantamento de soluções - t.co/vwlacnl6aB

To Top