Responsabilidade Social

BB Mapfre debate integração de refugiados no Brasil

 

Encontro reuniu RHs, gestores e empresários e discutiu as oportunidades e desafios da integração local de refugiados, com a participação de organizações sociais

São Paulo – Como parte das ações que integram as iniciativas do Grupo Mulheres do Brasil, que se reúne para discutir e propor ações com foco em educação, empreendedorismo e projetos sociais, o Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre promoveu, hoje (05/09), em sua sede em São Paulo, um encontro com RHs de empresas, gestores e empresários para debater sobre a inserção de refugiados no mercado de trabalho.

Segundo levantamento intitulado “Refúgio em Números”, o Brasil possui 10.145 refugiados reconhecidos em 2017 e 33.866 solicitações de refúgio. Os venezuelanos representam mais da metade dos pedidos realizados, com 17.865 solicitações (53%). A maiores nacionalidades de refugiados reconhecidos no Brasil são sírios, congoleses e colombianos.

Com apoio da ACNUR (agência da ONU para refugiados) e organizações sociais ligadas a essa causa humanitária (Caritas, Adus, PARR, Estou Refugiado, Compassiva, Migrafix, Abraço Cultural, Tecmail), o evento tem por objetivo discutir as principais questões enfrentadas pelas entidades que atuam na acolhida, proteção e integração de refugiados e migrantes no Brasil, facilitar a troca de experiências e incentivar ações de inclusão da população refugiada no mercado de trabalho.

A troca de conhecimento promovida no encontro é uma ferramenta importante na elaboração de ações que atendam às necessidades de acolhimento desse público tão diverso.

Desde 2016, o Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre faz parte do Grupo Mulheres do Brasil, que promove este ano seu terceiro encontro na sede da companhia. Participaram da abertura do evento os presidentes do GRUPO Fernando Barbosa (áreas de Vida, Rural e Habitacional) e Luis Gutiérrez (Automóvel, Seguros Gerais e Affinities), além de Luiza Trajano, do Magazine Luiza. “Mesmo distante dos principais motivos geradores de refugiados no mundo, esses números fazem do Brasil uma referência em refúgio na América Latina, o que traz desafios não só para o governo como para a sociedade. O setor privado pode colaborar com a causa quando amplia a empregabilidade a essas pessoas, por isso, o evento tem especial valor para a nossa empresa, que entende a importância de oferecer apoio e informações, colaborando para a transformação dessa realidade”, afirma Jisley Bontempo, gerente executiva de experiência do colaborador do GRUPO.

O apoio ao encontro é um dos resultados do Conselho de Diversidade, criado pelo GRUPO com o objetivo de consolidar respeito e valorização às diferenças. A iniciativa tem seis focos de atuação, sendo inclusão de pessoas com deficiência, gênero, gerações, raça/etnias, LGBT e socioeconômico/voluntariado.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Prêmios Longevidade Bradesco Seguros trazem novidades em sua nona edição - t.co/3KlzZHTP16

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Mongeral Aegon cria área de Gestão da Inovação - t.co/yF5U4kbkBs

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

AXA anuncia novas posições na área Comercial - t.co/U0oafnZEkJ

To Top