Responsabilidade Social

Sindseg SP e Observatório Nacional de Segurança Viária apresentam relatório sobre uso de álcool e direção de veículos

 

O Sindseg SP e o Observatório Nacional de Segurança Viária apresentaram nesta quinta-feira, dia 06 de setembro, o estudo com o resultado de blitze realizadas contra o uso de bebidas alcoólicas atrelado à direção de veículos e seus impactos à segurança pública e viária. Durante o evento, também foi lançada a campanha “Quando você bebe e dirige, alguém sempre se MACHUCA”.

“Para o Sindseg SP, apoiar ações que visam diminuir o número de mortes em nosso trânsito é um ato de cidadania. As ações educacionais devem que ter uma continuidade e não podem ser realizadas apenas no Maio Amarelo, pois diariamente mais de 200 pessoas morrem nas ruas e estradas do nosso país. Para isso, adotamos um importante lema: “O Maio Amarelo passou, mas a luta pela vida continua”. Por isso o sindicato vem apoiando durante todo o ano iniciativas como esta. Por meio da educação, vamos combater essa tragédia”, afirma Mauro Batista, presidente do Sindseg SP.

O Relatório Estatístico de Segurança Viária II – Álcool, realizado em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), traz informações relevantes sobre a efetividade da Operação Lei Seca no Brasil, por meio de análises comparativas estaduais. Um importante papel do relatório é reforçar a relevância da Operação Lei Seca, pois nos locais onde mais se fiscaliza é maior a conscientização em relação ao álcool e direção. Ou seja, nos estados com maior número de testes realizados, a taxa de autos de infração emitidos é menor.

Outra informação relevante apontada pelo estudo foi a proporção de testes realizados em relação à frota de veículos. Nesse sentido, Rio Grande do Sul, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Acre, Amazonas e Amapá são os estados que apresentaram os melhores resultados.

A baixa proporção de autos de infração emitidos em relação ao número de testes realizados também foi destaque nos dados apresentados. Recife e Fortaleza obtiveram ótimos resultados neste quesito, seguidos por Maceió, Manaus, Rio de Janeiro, Goiânia e São Luís, com taxas inferiores a 10% do número total de condutores abordados nas operações. Por outro lado, Florianópolis apresentou a maior proporção de autos de infração emitidos: 29%.

Para o professor doutor Jorge Thiago Bastos, responsável pelo Departamento de Transportes da Universidade Federal do Paraná, o relatório é um marco nos estudos sobre o tema e visa servir como apoio a todos os estados que queiram intensificar as ações para o combate do álcool atrelado à direção. “Queremos que este relatório contribua pra o amadurecimento da cultura de segurança viária no Brasil”, afirma Bastos.

O evento contou com a participação de importantes autoridades, como o Tenente Coronel Marco Andrade, Coordenador da Operação da Lei Seca do Rio de Janeiro; o Coronel PM José Marcelo Macedo Costa, Comandante do Comando de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar do Estado de São Paulo; o Major PM Rogério de Azevedo Mota, Coordenador Operacional da Lei Seca de Pernambuco; o Capitão PM Adevan Santos Silveira, Comandante da CPTRAN (Cia de Policiamento de Trânsito) e Coordenador da Operação Lei Seca de Sergipe; Dr. Fernando Célio de Brito Nogueira, Promotor de Justiça Assessor Jurídico da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais; a deputada federal Keiko Ota; o Dr. Antonio Penteado Mendonça, Curador da Santa Casa de São Paulo, Secretário Geral da Academia de Letras e Vice-Presidente do Conselho Superior da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP); o Dr. Juarez Monteiro Molinari, Presidente da ABRAMET; Valmero Costa, Diretor Técnico Operacional do Detran; Rosan Coimbra, membro da Comissão de Sistema Viário da OAB; Alexandre Camillo, Presidente licenciado do Sincor SP e candidato a deputado estadual; Prof. Dr. Jorge Thiago Bastos, da Universidade Federal do Paraná; Cicero Emanuel da Silva Costa, Coordenador da Operação Lei Seca de Alagoas; Rositania de Farias, Coordenadora de Educação para o Trânsito do Maranhão; e José Aurelio Ramalho, Diretor Presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária.
São apoiadores da campanha:
Ministério das Cidades
Rádio SulAmérica Trânsito
Revista Quatro Rodas
Programa Brasil Caminhoneiro
ABDER – Associação Brasileira dos Departamentos Estaduais de Estradas de Rodagem
ABRAMET – Associação Brasileira de Medicina de Tráfego
AND – Associação Nacional de Detrans
ANFAVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores
DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
FOCOTRAN – Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Trânsito
INSTITUTO MOBIH
INSTITUTO PARAR
SBAIT – Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

21º Congresso: Cláudia Leite fará show de abertura - t.co/RqVpmpoPEY

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Concorra a 30 Cestas Natalidade PASI - t.co/awhxT39tUM

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Youse amplia autonomia de clientes com possibilidade de alterar apólice online - t.co/YhtswI8t43

To Top