Vida, Previdência e AP

Após um resultado excelente no mês de outubro, os fundos PGBL/VGBL mantém alta em novembro

 

O site GuruPrev divulgou os resultados sobre os planos PGBL/VGBL do mercado até o mês de novembro. A base analisada tem 9.048 planos de previdência do mercado e mais de 1.264 fundos de investimentos vinculados aos planos.

Após um mês de outubro excelente, os fundos de investimentos PGBL/VGBL tiveram um mês de novembro muito bom, grande parte deles renderam acima do CDI. Após uma expressiva recuperação da rentabilidade dos planos visualizada no mês de outubro, os fundos PGBL/VGBL mantiveram retornos positivos em novembro, valores menos expressivos quanto outubro, porém a maior parte deles superou o CDI. Após a grande volatilidade do mercado verificada durante o ano de 2018 em função das expectativas das eleições e do conturbado ambiente econômico no exterior, os PGBL/VGBL se recuperaram e apresentaram um resultado médio muito bom no acumulado do ano, em todas as modalidades de fundos de investimento.

Rentabilidade

Segundo o levantamento, a rentabilidade média no ano 2018 até novembro, foi de 6,85%, o que representou 116,2% do CDI. Nos últimos 12 meses, a média dos fundos analisados é de 7,9%, 122,6% do CDI, o retorno médio dos PGBL/VGBL também excede o CDI se estendermos essa pesquisa para um período de 24 meses, no qual registrou 113,9% do CDI ou 20,2% em valores nominais. Em 36 meses, a rentabilidade média dos fundos PGBL/VGBL também foi melhor que o CDI, no qual anotaram 39,4%, o que equivale a 115,1% do CDI.

Em comparação ao CDI, os últimos três meses estão demonstrando boa performance em relação ao principal benchmark do mercado. Em setembro, mais de 56% desses fundos renderam acima do CDI, no mês de outubro 88% dos fundos PGBL/VGBL renderam acima do CDI e no mês de novembro, 59% dos fundos de investimentos ultrapassaram o retorno do CDI. Os 10% melhores registraram uma rentabilidade média de 1,87%, ou 378,1% do CDI. Enquanto que os 10% piores do período renderam 28,39% do CDI, o que, nominalmente, corresponde a 0,14%.

No geral, em 2018, cerca de 44,3% dos fundos não superaram o CDI.

Apesar do rendimento médio do mercado ter obtido um retorno acima do CDI no ano (116,2%), em que 644 fundos de investimentos renderam acima do CDI, porém, eles respondem por um PL de R$ 126,63 Bilhões (16,4% do mercado). Portanto, 512 fundos ficaram abaixo do CDI, tais fundos apresentam um PL somado de R$ 638,75 Bilhões (82,7%), outros 108 fundos não apresentaram resultado, tais fundos possuem um patrimônio de R$ 6,89 Bilhões (0,9%).

Os fundos de investimentos PGBL/VGBL com PL superior a R$ 10 Bilhões, 20 no total, registraram em média 87,17% do CDI, ou 5,14% em valores nominais, ou seja, um resultado muito inferior ao visto no mercado. Somados, esses fundos possuem um PL de R$ 386,11 Bilhões (50,0% do mercado). Apenas 3 fundos dessa amostra vêm conseguindo um retorno acima do CDI no ano, apesar de terem obtido um rendimento acima do CDI, nenhum deles superou a média registrada no mercado.

Considerando todos os fundos PGBL/VGBL “bilionários” (109), apenas 22 renderam acima do CDI no ano.

Curiosidades dos melhores e piores

Os 10% melhores tem um PL médio de R$ 125,7 milhões, enquanto que os piores têm um PL médio de R$ 732,9 milhões.
Patrimônio Líquido

Os fundos de investimentos PGBL/VGBL terminaram o mês de novembro com um patrimônio total de R$ 772,3 bilhões, distribuídos nas modalidades de renda fixa, multimercados, balanceados e data-alvo. Em novembro do ano passado o valor era R$ 703,2 bilhões, portanto, um crescimento de 9,8%. Neste ano, o crescimento do Patrimônio Líquido destes fundos de investimento foi de 8,3%.

Captação Líquida

No que diz respeito a captação líquida, este mês e ano, de maneira parcial, apresentaram os seguintes resultados:

Classificação Anbima Mês de Novembro/2018 (em R$ Mil) Ano de 2018* (em R$ Mil)
Previdência Balanceados > 30 86.364,62 634.327,10
Previdência Balanceados até 15 –                                  6.650,18 44.142,56
Previdência Balanceados de 15-30 11.559,25 583.891,69
Previdência Data-Alvo 59.313,38 270.741,12
Previdência Multimercados 2.142.173,62 19.049.191,86
Previdência Renda Fixa 238.718,62 1.300.420,06
Total Geral 2.531.479,31 21.882.714,38

*Até o mês de novembro de 2018

Para esses fundos, os números estão bem abaixo da captação líquida de R$ 4,7 bilhões registrada em novembro do ano passado. No ano, a captação líquida representa 45,8% da captação do mesmo período do ano de 2017 que foi de R$ 47,7 bilhões.

Tipos de Fundos

  Retorno médio   Retorno médio   Retorno médio   Retorno médio
Classificação Anbima no mês (%)   no mês (% CDI)   acumulado no ano (%)   acumulado no ano (% CDI)
Previdência Balanceados > 30   1,49   300,9   9,34 158,3
Previdência Balanceados até 15   0,61   122,7   5,87 99,5
Previdência Balanceados de 15-30   0,92   186,2   7,01 118,9
Previdência Data-Alvo   1,18   239,2   8,48 143,7
Previdência Multimercados   0,74   150,0   6,94 117,7
Previdência Renda Fixa   0,48   97,7   6,14 104,0
Total Geral   0,72   146,7   6,85 116,2

Como é possível verificar na tabela, os tipos de fundos que tiveram os melhores ganhos são os fundos mais “agressivos”, ou seja, que possuem uma carteira de investimentos com papéis mais voláteis, como por exemplo, ações e títulos públicos de longo prazo. Por isso, os melhores fundos do mês de novembro de 2018 foram muito influenciados pela alta da bolsa de valores (Ibovespa registrou 2,38% no mês) e pela elevação do preço dos títulos públicos indexados ao IPCA de longo prazo (por exemplo, IMA-B 5+* registrou variação positiva de 1,52%).

*IMA-B (Índice de Mercado ANBIMA indexado ao IPCA) 5+ (Títulos com vencimento igual ou superior a 5 anos).

Guruprev – Consultor on line para monitorar a saúde financeira do VGBL e PGBL, contribuindo para maximizar a performance dos investimentos, atingindo maior rentabilidade e pagando taxas menores. Faz comparação com mais de 8 mil planos de previdência do mercado.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Porto Seguro apresenta novas funcionalidades no App Auto - t.co/8dTtqobfrw

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Ameplan e Grupo Vida’s inauguram ala de maternidade - t.co/2O6JyzEPUG

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Mulheres de 23 anos pagam mais pelo seguro de carro em Curitiba - t.co/ho0SUoVRgW

To Top