Tecnologia & Serviços

Empresa curitibana desenvolve ferramenta para reembolso aéreo

 

VoeTranquilo foi idealizado em apenas 6 semanas, por meio da metodologia PoC Design

Final de ano é sempre a mesma coisa: aeroportos cheios, muitos voos para diferentes destinos e, consequentemente, muitos problemas com as companhias aéreas. Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) mostram que, em média, 29% dos voos domésticos no Brasil apresentam algum problema em 2017. As principais reclamações são voos atrasados, bagagens extraviadas, conexões perdidas e overbooking. Entretanto, por conta do processo burocrático, nem todos os consumidores vão atrás de seus direitos para pedir indenizações.

Entrar com um processo contra uma companhia aérea nem sempre é fácil. Ainda mais se você não tem experiência e resolve fazer tudo por conta própria. A VoeTranquilo é uma nova opção no mercado para solicitar as indenizações sem precisar sair de casa. Todo o processo é realizado pela internet. O consumidor faz um cadastro e no site e repassa informações básicas sobre o ocorrido, que passa por uma análise. A VoeTranquilo e seus parceiros fazem todo o trâmite interno para protestar a empresa. O cliente só paga os honorários do advogado caso ele ganhe a causa contra a empresa

A Action Labs, laboratório focado em inovação, design de produtos e serviços digitais, foi a responsável por tornar a estruturar a concepção da marca, a regra de negócio e como seriam feitos os reembolsos, e transformar num produto pronto para o consumidor final. O desenvolvimento do projeto e lançamento ao público demorou apenas 6 semanas, um tempo recorde para a criação de um serviço como este. “É preciso criar rotinas e procedimentos que colocam a inovação no dia a dia da empresa. A experimentação, rápida e com custo relativamente baixo, pode virar uma rotina de negócios para empresas de todos os portes”, comenta Paulo Renato Oliveira, diretor criativo da Action Labs.

Isso só foi possível pois a Action Labs utilizou a metodologia Proof of Concept Design (PoC Design). Trata-se de um laboratório experimental, com a utilização desta prova de conceito, para testar projetos e avaliar não apenas a sua viabilidade técnica, mas principalmente se os usuários desejam a solução e se estão dispostos a pagar por ela, antes de colocá-la no mercado.

A metodologia, desenvolvida pela própria Action Labs, viabiliza a inovação no dia a dia da empresa, com agilidade e aumento das chances de sucesso. O modelo pode ser aplicável a qualquer cenário de negócios e a todos os perfis de empresas e compreende cinco etapas: Imersão, Ideação, Priorização, Prototipação e, por fim, o Teste.

Para chegar ao produto final, foram realizadas todas as etapas do PoC Design, como análise da concorrência, estruturação do negócio, construção dos ambientes de conversão (landing pages), linha de comunicação, campanhas de mídia, priorização das etapas, campanhas de tráfego e aquisição de usuários, ativação dos anúncios e publicação das campanhas.

Segundo Paulo Renato, quem opta por trabalhar com PoC Design está descobrindo uma nova maneira de inovar para conquistar mais clientes e obter melhores resultados, com custo reduzido. “A metodologia permite que o cliente faça um teste no mercado em pouco mais de um mês. Isso significa que mesmo empresas menores, não diretamente ligadas a mercados de inovação, podem se beneficiar, testando dezenas ou centenas de iniciativas em curto prazo. Com os dados levantados durante a Prova de Conceito, os gerentes de produto têm a informação necessária para a tomada de decisão, seja no momento de um novo lançamento ou na hora da evolução dos produtos e serviços atuais”, observa.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Liberty Seguros desafia participantes da Campus Party a desenvolverem solução para corretores - t.co/MpbUqFlczK

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Porto Seguro realiza primeiro Feirão Carro Fácil de 2019 - t.co/okEwiAnVDR

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguro de transporte de mercadoria evita que empresários tenham prejuízo - t.co/YexSfqL88n

To Top