Tecnologia & Serviços

Empresa recupera primeiro veículo com tecnologia Sigfox

 

Mercado de rastreamento veicular poderá se beneficiar de aplicações que sejam imunes à ação de ‘jammers’

No mercado de recuperação veicular não é bom perder tempo. O rastreamento de carros, caminhões e cargas precisa ser muito preciso e não pode haver falhas – caso contrário, o prejuízo acaba sendo alto. A Getrak e seus clientes em todo o Brasil sabem disso. Líder no mercado brasileiro de tecnologia e equipamentos para recuperação veicular, a empresa provê plataforma, hardware e conectividade para centrais de rastreamento em todo o Brasil e em boa parte da América Latina. Recentemente, uma central de rastreamento, que utiliza a tecnologia Getrak, conseguiu fazer a primeira recuperação usando o dispositivo recém-lançado GetrakFox, com tecnologia Sigfox. O caso aconteceu em Pernambuco e permitiu evitar um prejuízo da ordem de R$ 60 mil.

“Somos clientes antigos da Getrak e os funcionários nos falaram sobre essa nova tecnologia Sigfox. A funcionalidade desse aparelho é ótima, resolve o problema de localização com um custo benefício fantástico. Pudemos ver seu tempo de resposta na prática, recuperando o veículo de um dos nossos associados em um curto período”, explica Oberdan Silva, diretor-presidente do clube de benefícios Vale Car.

O GetrakFox foi lançado em 2018 durante a Exposec, em São Paulo. Foram seis meses de testes e hoje está operando comercialmente, integrado à plataforma de rastreamento e telemetria, além da plataforma de inteligência artificial chamada Deeptrack, ambas da Getrak. Foram estas plataformas que deram suporte e alerta quando o veículo foi furtado em Pernambuco. O carro tinha dois rastreadores – um com conectividade 2G (que foi desligado) e outro com a tecnologia Sigfox. E foi justamente por meio do rastreador GetrakFox que o veículo pode ser localizado.

O rastreador GetrakFox, com tecnologia SigFox, conecta-se por meio da rede operada pela WND Brasil. A rede está instalada em todas as capitais e em 70% das cidades com mais de 200 mil habitantes, além de cobrir as principais estradas brasileiras. A tecnologia Sigfox destaca-se por ser de baixíssimo custo de conexão e de contar com baterias que duram por muito tempo. Além disso, a tecnologia Sigfox é praticamente imune à ação de “jammers” fazendo dela uma opção muito robusta para a atividade de rastreamento.

“Temos esperança que as aplicações deste segmento terão uma entrada muito positiva no mercado de recuperação veicular. Percebemos que é importante uma plataforma que atue em conjunto com o dispositivo. Nos próximos meses teremos ainda mais surpresas positivas em relação ao dispositivo”, afirma Frederico Menegatti, CEO da Getrak. O executivo aposta que o mercado para o dispositivo Sigfox é muito promissor. “Através de nossos parceiros esta nova tecnologia já está em sete estados brasileiros, mas nosso objetivo é colocá-lo em todo o Brasil e América Latina incluindo México. É um mercado grande e esperamos chegar com 700 mil dispositivos entre equipamentos 2G e Sigfox”, conclui Menegatti.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Porto Seguro apresenta novas funcionalidades no App Auto - t.co/8dTtqobfrw

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Ameplan e Grupo Vida’s inauguram ala de maternidade - t.co/2O6JyzEPUG

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Mulheres de 23 anos pagam mais pelo seguro de carro em Curitiba - t.co/ho0SUoVRgW

To Top