Seguros Gerais

Resultados financeiros do quarto trimestre de 2018 da Chubb Limited

 

Este documento é uma tradução das quatro primeiras páginas do comunicado da Chubb Limited à imprensa, feito em 5 de fevereiro de 2019. O comunicado completo, original em inglês, pode ser encontrado aqui.

Chubb divulga os números do quarto trimestre: o Lucro Líquido e o Lucro Operacional por ação foi de US$ 0,76 e US$ 2,02, respectivamente, incluindo as perdas por catástrofes de US$ 1,09 por ação. O Lucro Líquido “full-year” por ação foi de US$ 8,49, crescimento de 3,7%, e o Lucro Operacional “full-year” por ação foi de US$ 9,44, crescimento de 17,6%.

• O Lucro Líquido do quarto trimestre foi de US$ 355 milhões. O Lucro Operacional foi de US$ 935 milhões, comparado com US$ 1,5 bilhão do ano anterior, que incluía um benefício fiscal de US$ 450 milhões.

• As perdas por catástrofes após impostos no trimestre foram de US$ 506 milhões, conforme previamente anunciadas, comparadas com US$ 331 milhões do ano anterior.

• O Prêmio Retido Consolidado do trimestre e o Prêmio Retido de P&C do trimestre foram de US$ 7,4 bilhões e US$ 6,8 bilhões, respectivamente, ambos com crescimento de 4,2%, ou 5,9% e 5,8%, respectivamente, em dólares constantes.

• O Índice Combinado de P&C no quarto trimestre foi de 93,1% comparado com 90,7% do ano anterior. O Índice Combinado “Accident Year” de P&C, excluindo as perdas por catástrofes foi de 88,3% comparado com 86,4% do ano anterior.

• Para o trimestre, a Receita Líquida de Investimentos registrada foi de US$ 848 milhões antes dos impostos, crescimento de 6,4%, e a receita líquida de investimentos ajustada foi de US$ 903 milhões antes dos impostos, crescimento de 3,4%.

• O Lucro Líquido “full-year” foi de US$ 4.0 bilhões, crescimento de 2,6%, e o Lucro Operacional foi de US$ 4.4 bilhões, crescimento de 16,5%.

• O Prêmio Retido Consolidado “full-year” foi de US$ 30.6 bilhões, crescimento de 4,6%, ou 4,1% em dólares constantes; o Prêmio Retido de P&C “full-year” foram de US$ 28.3 bilhões, crescimento de 4,4%, ou 4,0% em dólares constantes.

• O Índice Combinado de P&C “full-year” foi de 90,6% comparado com 94,7% no ano anterior. O Índice Combinado “Accident Year” de P&C “full-year”, excluindo as perdas por catástrofes foi de 88,0% comparado com 87,6% do ano anterior.

• O retorno sobre patrimônio anualizado e retorno sobre patrimônio operacional foram de 7,8% e 8,7%, respectivamente, para o ano.

• Para o ano, a Receita Líquida de Investimentos foi de US$ 3.3 bilhões antes dos impostos, crescimento de 5,8%, e a receita líquida de investimentos ajustada foi de US$ 3.6 bilhões antes dos impostos, crescimento de 2,8%.

• O Valor Contábil por ação diminuiu 0,7% e o Valor Tangível Contábil por ação permaneceu inalterado no ano. Excluindo o impacto de reavaliação à valor de mercado do portfolio de investimentos, principalmente resultado de taxas de juros crescentes, o Valor Contábil e o Valor Tangível Contábil por ação aumentou 2,7% e 5,8%, respectivamente, no ano.

ZURIQUE – 5 de Fevereiro de 2019 – A Chubb Limited (NYSE: CB) divulgou nessa data, o Lucro Líquido para o trimestre, encerrado em 31 de Dezembro de 2018, de US$ 355 milhões, ou US$ 0,76 por ação, comparados com US$ 1,533 milhão, ou US$ 3,27 por ação, no mesmo trimestre do ano passado. O Lucro Operacional foi de US$ 935 milhões, ou US$ 2,02 por ação, comparados com US$ 1,489 milhão, ou US$ 3,17 por ação, no mesmo trimestre do ano passado. O Índice Combinado de Property e Casualty (P&C) foi de 93.1%. O Valor Contábil e o Valor Contábil Tangível por ação diminuíram 0.8% e 1.4%, respectivamente, de 30 de Setembro 30 de 2018 e agora estão em US$ 109,56 e US$ 65,89, respectivamente. O Valor Contábil e o Valor Contábil Tangível por ação foram impactados negativamente pelas perdas realizadas e perdas não-realizadas de US$ 383 milhões depois de impostos na carteira de investimentos da empresa, refletindo principalmente a ampliação dos spreads de crédito em títulos de renda fixa corporativos no final do trimestre, parcialmente compensados pela queda nas taxas de juros.

Chubb Limited
Resumo do Quarto Trimestre
(em milhões, exceto valores por ação)
(Não auditado)

          (Diluído – Por Ação)
  2018 2017 Variação   2018 2017 Variação
Lucro Líquido $ 355 $ 1,533 (76.9)%   $0.76 $ 3.27 (76.8)%
Despesas de Integração Chubb, líquidas de impostos 15 57 (73.7)%   0.03 0.12 (75.0)%
Amortização do ajuste do valor justo do patrimônio investido adquirido e dívidas de longo prazo, líquida de impostos 42 41 2.4%   0.09 0.09 0.0%
Perdas (Ganhos) líquidas realizadas ajustadas, líquidas de impostos 523 (142) NM   1.14 (0.31) NM
Lucro Operacional, líquido de impostos $ 935 $ 1,489 (37.2)%   $2.02 $ 3.17 (36.3)%

Para os três meses encerrados em 31 de Dezembro de 2018 e 2017, as Despesas Tributárias (Benefícios fiscais), relacionadas com a tabela acima, foram de US$ (5) milhões e US$ (20) milhões, respectivamente, para despesas de integração da Chubb; US$ (8) milhões e US$ (23) milhões, respectivamente, para amortização do valor justo do patrimônio investido adquirido e dívidas de longo prazo; US$ (20) milhões nos dois períodos para o ajuste de ganhos e perdas líquidas realizadas; US$ 192 milhão e US$ (319) milhões, respectivamente, para o Lucro Operacional (perda).

Para o ano encerrado em 31 de Dezembro de 2018, o Lucro Líquido foi de US$ 3,962 milhões, ou US$ 8,49 por ação, comparados com US$ 3,861 milhões, ou US$ 8,19 por ação em 2017. O Lucro Operacional foi de US$ 4,407 milhões, ou US$ 9,44 por ação, comparados com US$ 3,784 milhões, ou US$ 8,03 por ação, em 2017. O Índice Combinado de P&C foi de 90,6% para o ano, comparado com 94,7% no ano anterior. O Índice Combinado de P&C “Accident Year” excluindo as perdas por catástrofes foi de 88.0% para o ano, comparado com 87,6% no ano anterior. O Valor Contábil por ação diminuiu 0,7% o Valor Contábil Tangível por ação permaneceu inalterado em relação à 31 de dezembro de 2017. O Valor Contábil e o Valor Contábil Tangível por ação foram impactados desfavoravelmente pelas perdas realizadas e não-realizadas de US$ 1,709 milhões após impostos na carteira de investimentos da companhia, impulsionados principalmente, pelo aumento das taxas de juros durante o ano.

Chubb Limited
Resumo Full Year
(em milhões, exceto valores por ação)
(Não auditado)

          (Diluído por Ação)
  2018 2017 Variação   2018 2017 Variação
Lucro Líquido $ 3,962 $ 3,861 2.6%   $8.49 $ 8.19 3.7%
Despesas de Integração Chubb, líquidas de impostos 47 217 (78.3)%   0.10 0.46 (78.3)%
Amortização do ajuste do valor justo do patrimônio investido adquirido e dívidas de longo prazo, líquida de impostos 175 198 (11.6)%   0.37 0.42 (11.9)%
Perdas (Ganhos) líquidas realizadas ajustadas, líquidas de impostos 223 (492) NM   0.48 (1.04) NM
Lucro Operacional, líquido de impostos $ 4,407 $ 3,784 16.5%   $9.44 $ 8.03 17.6%

Para os anos encerrados em 31 de Dezembro de 2018 e 2017, as Despesas Tributárias (benefícios fiscais) relacionados à tabela acima foram de US$ (12) milhões e US$ (93) milhões, respectivamente, para as despesas de integração da Chubb; US$ (40) milhões e US$ (85) milhões, respectivamente, para amortização do ajuste do valor justo do patrimônio investido adquirido e dívidas de longo prazo; US$ 5 milhões para os ajustes de ganhos e perdas líquidas realizadas nos dois anos; e US$ 742 milhões e US$ 34 milhões, respectivamente, para o Lucro Operacional.

Evan G. Greenberg, Chairman e Chief Executive Officer da Chubb Limited, comentou: “Por um lado, a Chubb teve um bom desempenho, mesmo em um trimestre marcado por elevadas perdas por catástrofe natural; e por outro, um crescimento ainda mais forte da receita de prêmios, melhoria global dos preços comerciais de P&C e da receita líquida de investimentos. O Lucro Operacional foi de US$ 935 milhões, comparado com US$ 1,5 bilhão do ano anterior, que incluía um benefício extraordinário de impostos e menos atividades de Catástrofe. Nosso Índice Combinado de P&C foi de 93,1% incluindo 8,5 pontos de perdas com catástrofes (antes dos impostos)”.

“O Lucro Operacional foi de US$ 935 milhões, comparado com US$ 1,5 bilhão do ano anterior, que incluía um benefício extraordinário de impostos e menos atividades de Catástrofe. Nosso Índice Combinado de P&C foi de 93,1% incluindo 8,5 pontos de perdas com catástrofes (antes dos impostos)”.

“O Prêmio Retido de P&C no trimestre cresceu cerca de 6% em dólares constantes, impulsionado por nossas iniciativas de crescimento e melhorias dos preços nos Estados Unidos, Londres e em vários outros mercados ao redor do mundo. Na América do Norte, os prêmios de P&C cresceram cerca de 5%, enquanto em nossas operações internacionais, os prêmios subiram 8% em dólares constantes. Globalmente, este foi o nosso melhor trimestre do ano – e para alguns de nossos negócios, o melhor em vários anos – em termos de desempenho, mudança de preços e melhores condições de subscrição”.

“Beneficiando-se de maiores taxas de reinvestimento e de nosso forte fluxo de caixa, o resultado ajustado das receitas líquidas de investimentos foram no trimestre US$ 903 milhões, um aumento de 3,5% que contribuiu para as receitas de investimentos de US$ 3,6 bilhões no ano – ambos recordes”.

“Olhando para nossos resultados no ano, uma perspectiva mais significativa dada a natural volatilidade do risco do negócio trimestre a trimestre, completamos um ano muito bom com Lucro Operacional de US$ 4,4 bilhões, ou US$ 9,44 por ação, com crescimento de 18% comparado com 2017. O Prêmio Retido cresceu 4,5%. O Índice Combinado de P&C “full-year” de 90,6%, comparado a 94,7% no ano anterior, incluindo US$ 1,6 bilhão de sinistros de catástrofes – cerca de US$ 700 milhões a mais do que esperávamos. O índice combinado “accident year”, excluindo catástrofes foi de 88% contra 87,6% no ano anterior”.

“Nossos resultados levaram a um retorno sobre patrimônio operacional de 8,7%, ou 9,8%, com um nível esperado de perdas por catástrofe. O Valor Contábil e o Valor Tangível Contábil por ação foram impactados no ano passado pelo ajuste à valor ao mercado do portfolio investido devido as crescentes taxas de juros, que serão amortizados. O Valor Contábil por ação caiu cerca de 0,5%, enquanto o Valor Tangível Contábil por ação foi estável; excluindo o efeito de ajuste a valor de mercado, ambos cresceram 2,7% e 5,8%, respectivamente”.

“Nós estamos em um bom momento, executamos nossas iniciativas de negócios em todo o mundo, oferecendo preços e o ambiente de subscrição que o mercado precisa. Nossa organização está otimista em relação ao próximo ano e estamos prontos para um ótimo começo”.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

PROTESTE realiza pesquisa sobre previdência privada - t.co/x2z7megloU

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Tokio 60 anos: todas as carteiras em pleno desenvolvimento t.co/jse1VG6yVE

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Grupo Bradesco Seguros realiza primeiro workshop para assessorias de seguros - t.co/zN43nsACnc

To Top