Tecnologia & Serviços

Camara-e.net lança cartilhas antifraude para lojistas e consumidores

 

Iniciativa do Observatório de Gestão de Fraude explica de maneira didática quais são, como identificar e como prevenir os principais golpes aplicados no varejo online

São Paulo, abril de 2019 – O Observatório de Gestão de Fraudes (observatore.org), projeto dos comitês de Antifraude e Gestão de Risco e de Meios de Pagamentos da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), lança nesta terça-feira (30) duas cartilhas que mostram quais são os principais golpes aplicados no e-commerce. O objetivo é ensinar lojistas e consumidores a identificar e prevenir o roubo de informações em fraudes como phishing, pharming, hoax, bolware, roubo de informações de cartão de crédito, clonagem de sites e sequestro de estoque.

“É importante que tanto o lojista quanto o consumidor conheçam as fraudes que circulam pela internet e saibam como se proteger, pois esse conhecimento é a principal arma contra os estelionatários do mundo digital”, diz Gerson Rolim, diretor de comunicação da camara-e.net e conselheiro do Observatore. “Sabendo quais são e como identificar as fraudes é possível evitar que os golpes se concretizem”.

A Cartilha Antifraude para Lojistas (http://observatore.org/cartilha-lojista) explica todo o ciclo da fraude, desde a captura de informações financeiras em trânsito até os golpes que provocam chargeback e contra o website. Também explica como a fraude de boleto funciona e como a loja deve organizar sua infraestrutura tecnológica para evitar ataques de DDoS (Distributed Denial of Service), por exemplo. “O material é útil especialmente para os pequenos lojistas, que não têm uma equipe de análise de risco para lidar com questões de segurança de dados que podem até tirá-lo do mercado”, explica Rolim.

No comércio eletrônico, que representa 3% do varejo tradicional, o ritmo da fraude é de 1 tentativa a cada 6,5 segundos, o equivalente a 1 para cada 45 compras, segundo o Raio-X da Fraude 2018 da Konduto. São 553 tentativas de fraude por hora, numa taxa de 2,20% de todos os pedidos. Boa parte dessas fraudes poderia ter sido evitada se o consumidor tomasse alguns cuidados básicos antes de efetuar uma compra online, como verificar a idoneidade do site ou ter um antivírus atualizado instalado no computador ou no dispositivo móvel.

A Cartilha Antifraude para Consumidores (http://observatore.org/cartilha-consumidor) traz explicações detalhadas sobre golpes que chegam por e-mail, pelas redes sociais e por serviços de mensageria, como WhatsApp e Telegram, e ensina as boas práticas para manter dados pessoais e financeiros longe das garras dos fraudadores.

As cartilhas, que serão atualizadas sempre que houver um golpe novo na praça, são as primeiras iniciativas da Observatore.org para divulgação de conhecimento. O grupo está desenvolvendo uma plataforma de compartilhamento de informações entre lojistas de todos os portes e de vários segmentos com a finalidade de detectar fraudes em processos de compras pela internet antes que elas se disseminem.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

PROTESTE realiza pesquisa sobre previdência privada - t.co/x2z7megloU

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Tokio 60 anos: todas as carteiras em pleno desenvolvimento t.co/jse1VG6yVE

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Grupo Bradesco Seguros realiza primeiro workshop para assessorias de seguros - t.co/zN43nsACnc

To Top