Artigos

Telemetria é importante para mobilidade urbana

 

*Bruno Santos

Se hoje somos 200 milhões e já sofremos com a mobilidade urbana, em alguns anos, teremos muito mais pessoas nas ruas brasileiras; em 2047, a previsão é de 233 milhões. Aumentará, consequentemente, o número de carros, de trânsito e poluição, principalmente nos grandes centros. Viveremos um verdadeiro caos, se é que já não estamos vivendo hoje.

Como usuário de transporte público e, também, motorista ativo nos grandes centros urbanos do país, mesmo sendo otimista, vejo um futuro preocupante para a mobilidade urbana, caso mudanças não sejam feitas com urgência. Temos várias iniciativas importantes em ação, mas creio sempre que podemos fazer mais.

Claro que não adianta agir aleatoriamente, sem planejamento, assim como não adianta só depender de órgãos públicos, que não atenderão nossas necessidades a curto prazo. Seguimos, obviamente, cobrando ações dessas entidades, mas sejamos realistas quanto ao prazo, pois para que tenhamos grandes mudanças, um plano hoje já deveria estar sendo implementado.

Precisamos buscar na tecnologia a grande ajuda para criarmos cidades melhores, com trânsito seguro e ágil. Atualmente, há uma centena de ferramentas à disposição para ajudar a locomoção das pessoas, seja por transporte público ou de carro. Mas, e no caso das empresas, que precisam fazer coletas e entregas, ou até mesmo transportar pessoas? Como elas podem tirar proveito da tecnologia e de funcionalidades que podem mudar a forma de trabalhar para melhor?

Entre as ferramentas, a telemetria veicular ganha destaque. Por meio da gestão de frotas de veículos, sejam eles motocicletas, carros, ônibus ou caminhões, é possível fazer planos de rotas, saber onde tem trânsito carregado em determinados horários, desviar de regiões problemáticas, entre outras possibilidades.

Porém, o que gosto de destacar é o quanto a telemetria usada por empresas de transporte de passageiros pode ajudar a mobilidade nas cidades brasileiras. Com a tecnologia, é possível monitorar em tempo real os indicadores de um veículo de frota; podemos controlar veículos parados por longos períodos com o motor ligado, gestão no perfil de condução do motorista que ajudam na redução do consumo de combustível e, consequentemente, na emissão de gases poluentes.

Uma boa gestão de frota, utilizando telemetria, traz, também, segurança ao passageiro e qualidade na entrega do serviço, que pode ser, a partir desse momento, auditada pela empresa à distância e em tempo real. O objetivo principal, seria a tecnologia contribuir com um trânsito melhor e, o mais importante, a facilitar a vida das pessoas que dependem do transporte público.

Como exemplo, a gestão eficiente de frotas urbanas, apresentam alguns indicadores, e um deles é a queda no consumo de combustível em 10%, em média. Como os veículos precisam de menos manutenção, sempre vão operar de forma apropriada; consequentemente, reduzindo as emissões de carbono no meio ambiente. Ocorre ainda a redução do desgaste dos veículos e melhora na qualidade do trabalho dos motoristas, que são pontos importantíssimos.

Esse conceito, que julgo fundamental para ajudar as grandes cidades, está se fortalecendo e, espero realmente, que a telemetria se difunda e que, assim, contribua com a melhoria da vida dos habitantes de grandes centros. Aos poucos, vemos empresas de diversas regiões do Brasil buscando soluções tecnológicas visando o bem-estar das próximas gerações.

* Bruno Santos, diretor de vendas e serviços da MiX Telematics..

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Executivos da SulAmérica comentam sobre venda das carteiras de auto e ramos elementares para Allianz - t.co/hEp58QEgz2

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Allianz assinou hoje acordo de aquisição das operações de seguros de Automóveis e Ramos Elementares da SulAmérica.- t.co/RPiZ52PoiV

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Classic Vida e Previdência fecha parceria com a TEM Saúde - t.co/WGoxXwgxuw

To Top