Tendências para a sociedade para esse século

 

Mudanças comportamentais e influência da tecnologia são desafios para o atendimento

Por Camila Alcova

Em torno de um contexto mundial que tem como premissa mudanças constantes, o Brasil vive mudanças também de paradigmas.

O sociólogo e cientista político, Sérgio Abranches, reflete que atualmente ocorre um processo de padronização de determinados valores, demandas e expectativas, e, ao mesmo tempo, um processo de globalização e enraizamento cultural. “O que diziam que ia acontecer de mau com a globalização, não aconteceu, que é o fato de que ela destruiria as culturas locais”.

O processo de globalização criará também uma nova demografia – além da transição já vivenciada de mudança da pirâmide -, mas uma migração, que será o grande desafio de todos os países, aponta. “O Brasil é um país muito atrativo para a imigração”, diz o sociólogo ao mencionar a capacidade agrícola do país, abastecimento de água, entre outros fatores.

A consequente miscigenação produzirá novos tipos de personalidades, demandas e estruturas de valores, a exemplo do que já ocorre no Canadá, pontua Abranches. “Isso desafiará todos nós do ponto de vista de educação, consumo, seguros”, acrescenta.

Outra questão importante desse século é a transformação climática, que traz muitas consequências e impactos, inclusive para o setor de seguros.

No Brasil, nos últimos anos, já houve tempestades tropicais com categorias semelhantes a furacões. “Vamos caminhar aceleradamente para eventos climáticos extremos de muito calor, muito frio e tempestades”. Ele lembra que os efeitos disso se agravam pela falta de cultura do seguro no País.

Tecnologia

A tecnologia também representa uma mudança de paradigmas. A tendência é que haja outro tipo de medicina, demanda, composição de relação saúde-doença e muitos desafios.

Com a digitalização, surgem também novos padrões de comportamento, em que as pessoas buscam um perfil mediano do que conhecem na rede, o que produz mudanças no padrão de consumo, comportamento e expectativas da população.

Já as instituições, principalmente as políticas, têm uma capacidade de transformação mais lenta em comparação à sociedade, que já tem uma mentalidade digital.

A desproteção progressiva e incapacidade de incluir irá produzir processos adaptativos, com novos modelos de negócios, startups, por exemplo. “A rede de proteção social do mundo inteiro é curta demais para a sociedade emergente, que está ficando maior do que a que é protegida. Essa desproteção progressiva produz novas demandas e novos conflitos”, diz ao exemplificar o problema para cobertura da previdência social.

Novos hábitos

Outra característica dessa sociedade já totalmente digitalizada, nascida na transição para o século XXI, é um padrão de comportamento que dá maior atenção para hábitos saudáveis, na opinião de Sérgio Abranches. “Hábito saudável, comida saudável, vida saudável, estão se transformando em um padrão global”.

A aderência às redes sociais faz com que a maneira para atingir essas pessoas não seja mais a tradicional. A sociedade passa a ser mais influenciada pelo coletivo, pelos “bandos”.

Abranches observa que atualmente se vive o chamado “novo normal”, ou seja, a anormalidade, muitas mudanças imprevistas, com incertezas e insegurança. “Por outro lado, o novo normal é ruptura, então se quisermos nos adaptar a esse novo mundo, não há outra maneira se não formos disruptivos”.

O sociólogo e cientista político foi um dos palestrantes do 23º Encontro de Líderes do Mercado Segurador, promovido pela CNseg, em março, em Foz do Iguaçu-PR.

Leia mais no site da Revista Cobertura: https://goo.gl/ywdThT

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

21º Congresso: Cláudia Leite fará show de abertura - t.co/RqVpmpoPEY

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Concorra a 30 Cestas Natalidade PASI - t.co/awhxT39tUM

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Youse amplia autonomia de clientes com possibilidade de alterar apólice online - t.co/YhtswI8t43

To Top