Clique aqui no logo para voltar ao início
no site na web
Jopema

Treinamento intensivo ajuda a limitar possibilidade de acidentes

Share |

27/11/2013 - VALOR ECONÔMICO

Treinamento intensivo ajuda a limitar possibilidade de acidentes

Por Genilson Cezar

Mapear os riscos, mensurar indicadores, planejar, executar e monitorar ações de mitigação são passos fundamentais para controlar e reduzir impactos e perdas financeiras nas organizações causadas por sistemas inadequados, roubos, fraudes e erro humano, segundo recomendam empresários e consultores especializados em gestão de riscos. Em alguns segmentos de negócios mais críticos, como o de transporte de cargas, as empresas buscam aliar a tecnologia a programas intensivos de treinamento do corpo de colaboradores.

É o caso da Golden Cargo, uma das principais distribuidoras de cargas gerais para o Sul do Brasil, focada no segmento agroquímico, com faturamento de R$ 104,4 milhões em 2012. Além de equipar sua frota própria de 270 caminhões e carretas com sistemas de rastreamento, comunicação e telemetria, via satélite, acompanhados em tempo real por um centro operacional, a empresa desenvolve um Programa de Conscientização e Atitude, que inclui workshops, campanhas internas, fóruns para acompanhar indicadores e propor correções, e treinamento intensivo de seus motoristas, com carga horária de 80 horas/ano. "É um conjunto de práticas e sistemas tecnológicos para evitar incidentes e roubos", diz Oswaldo D. Castro Jr, diretor-geral da Golden Cargo.

Com uma presença mais forte no mercado financeiro, com clientes como Banco do Brasil, Bradesco e o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), a americana SAS, fornecedora de soluções e serviços de Business Analytics, atua no país, basicamente, com duas soluções destinadas a empresas que buscam mitigar seus riscos: Enterprise GRC (Governance Risk and Compliance), que procura fortalecer os processos de governança e criar um ambiente mais seguro para as operações, e o OpRisk Var (modelagem), que provê uma análise minuciosa de informações já conhecidas e, a partir dela, identifica ideias e faz previsões de gastos com perdas prováveis nos processos operacionais.

"Erros operacionais estão ligados a processos, infraestrutura e ao elemento humano. Para cada tipo de risco existem controles diferentes. O risco operacional é muito abrangente. Em alguns casos, as ações de mitigação exigem ferramentas tecnológicas ou processos internos. O que não muda é o processo de mapear o risco, mensurar o risco e determinar as ações de mitigação que podem ser as mais diversas - treinamento, ferramentas externas", explica Renato Fiorini, executivo do SAS líder da prática de riscos. Ele observa que é impossível eliminar totalmente os riscos, mas é possível mitigá-los.

A Verint Systems, que anunciou recentemente a aquisição da Victrio, provedora de soluções de prevenção de fraude e autenticação de identidade, traz ao mercado brasileiro sistemas para auxiliar instituições financeiras, bancos e empresas de cartão de crédito a impedir atividades fraudulentas.

Segundo Paulo Bonucci, country manager da divisão Enterprise Information System (EIS) da Verint, as soluções Victrio combinam uma nova geração "passiva" de biometria de voz com uma análise preditiva que pode detectar com precisão os fraudadores e autenticar clientes sem interrupção de chamadas nos contact centers. "O sistema é ideal para grandes instituições financeiras e outras organizações focadas na redução de fraudes", diz Bonucci.

 
Enviar para um amigo Imprimir
 
Voltar


Revista Cobertura e Clipp-Seg produtos Cobertura Editora Ltda
Rua Conselheiro Crispiniano 53 - Conjunto 121 São Paulo - SP Cep 01037-001 (11) 3151-5444 3151-3629 3231-0576 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS® SKWEB É MAIS UM PRODUTO DA COBERTURA EDITORA©
skweb@skweb.com.br


  Nipotech Brasil Tecnologia