Artigos

5 práticas do vendedor número 1

 

*Por Erik Penna

Vendedor é uma das profissões mais antigas do mundo, mas tem alguns que não evoluíram e ainda atendem como se estivessem na antiguidade. Muitos querem vender, poucos fazem ao menos o básico na abordagem ao cliente.

A seguir, 5 dicas elementares, básicas, mas que não se vê facilmente por aí. Quando praticadas, ajudam atendentes e vendedores na busca da excelência e a vender mais e melhor:

1- Acolhida: o que o vendedor deve fazer na hora que o cliente chega na loja? Não ir direto ao ponto nem enxergar o consumidor como se fosse um cifrão ambulante. De forma errônea, alguns vendedores já começam perguntando o que o cliente está precisando. Recomenda-se, ainda, não esquecer de olhar nos olhos das pessoas, acolher com um sorriso e uma saudação amigável.

2- Chamar pelo nome: todo mundo tem um nome e pode não gostar de certas intimidades como alguns chamam: “meu bem”, “queridão”, “meu anjo”, entre outros. Uma técnica poderosa para ajudar a sempre lembrar o nome do cliente é:

– Perguntar o nome dele;

– Confirmar repetindo o nome;

– Fazer um link lembrando de alguém conhecido que tem o mesmo nome do cliente, criar uma imagem visual na mente. Isso ajudará a memorizar.

3) Empatia: saber se colocar no lugar do outro. Um fator que agrada as pessoas e que gera empatia entre o cliente e o vendedor é saber escutar. É o entender para depois atender.

Vendedores são treinados sobre o que precisam falar. Mas não costumam fazer cursos para aprender a escutar o cliente.

Para lembrar: atender bem é tratar bem, é escutar e importar-se verdadeiramente com a causa do outro.

4) Veja o lado positivo da reclamação: o cliente reclamou? Ainda bem! O que pode ter de positivo quando o consumidor reclama? Pelo menos 2 pontos:

a) Ele mostra onde a empresa está errando, uma espécie de consultoria grátis.

b) Se o cliente reclama é porque quer continuar cliente. O perigo é o cliente que não reclama, simplesmente vai embora e nunca mais volta.

5) Fator UAU: surpreender é fazer mais do que o consumidor espera. Aí você encanta e fideliza. Desta forma, ganhará do outro uma interjeição de espanto: “UAU!”…

É preciso encontrar a alegria na alegria dos outros. Esse é o segredo da felicidade e do sucesso em vendas.

*Erik Penna é palestrante, especialista em vendas e motivação

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

“As assessorias nada mais são do que um braço nosso, como se fosse uma sucursal, tanto que criamos um portal especi… t.co/oJwlG4gdW7

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

“Assessoria é um modelo que traz uma racionalidade econômica muito grande para as seguradoras”, destaca o CEO da HD… t.co/x2BiAPJLt1

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

“Corretor não vende seguros, ele é um comprador de seguros” e tem um grande papel no combate à fraude - t.co/zq9tkL0uOZ

To Top