Cobertura Especial

Tecnologia se torna ainda mais aliada em tempos de crise

 

Corretores de seguros relatam a nova realidade por conta do Covid-19

Por Tany Souza

São mais de 4,5 mil casos confirmados e quase 160 vítimas no Brasil do Covid-19. O país parou, as pessoas estão obedecendo às orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) com o isolamento social e, com isso, a economia parou. A realidade do corretor de seguros também foi modificada.

Hailton Costa Neves

Com as pessoas em casa, os corretores de seguros continuam atuando no mercado, conforme conta o superintendente comercial do Grupo Exalt, Frederico Leopoldo. “Estamos orientando a respeito da importância do seguro, inclusive em tempos de crise e incentivando a utilização de canais eletrônicos, nos colocando à disposição em qualquer situação”.

Hailton Costa Neves, corretor de seguros, professor da ENS e diretor de comunicação do Sincor-GO, conta que tem falado diariamente com vários corretores de seguros que atuam em Goiás, nas mais variadas regiões do estado. “Constatei que cada um adota um jeito muito particular de trabalho, haja vista que, tudo é muito novo e ocorreu de forma muito rápida. Percebo ainda que a dificuldade maior que esses corretores enfrentam é como coordenar o trabalho diário dos colaboradores”.

Essa pandemia mostrou como os players do mercado securitário operam e buscam alternativas ou utilizam as que já existiam, mas que não era praticado, segundo Ernesto Vasconcelos, corretor de seguros, da Arte Real Corretora de Seguros, de Manaus (AM). “Acredito que após a pandemia algumas tecnologias serão impulsionadas ou pelo menos serão exigidas com mais frequência, como, por exemplo, o certificado digital, que até hoje, não foi incorporado pelo grande público no seu dia a dia, bem como os seguros serão vistos com maior relevância e não apenas como despesa, principalmente o seguro de vida e saúde”.

Dia a dia com a tecnologia

Alexandre Faria

Em relação ao atendimento de sinistros e ao cliente, a tecnologia se fez presente e necessária, e agora os corretores de seguros se sentem obrigados a utilizar com mais assiduidade as ferramentas já conhecidas e abrir espaço para as inovações. “O relacionamento com os nossos colaboradores tem sido por telefone, e-mail, WhatsApp, mas sobretudo por Hangouts. A maioria das seguradoras também está trabalhando no sistema home office e o suporte tem sido também com as mesmas ferramentas”, conta Alexandre Faria, CEO da Multiseg Corretora de Seguros, localizada em Minas Gerais.

O corretor Frederico Leopoldo disse que o atendimento ao sinistro está com procedimento normal, porque já acontecia de maneira remoto. “Mantivemos o uso dos mesmos sistemas tecnológicos em nossos processos que estão concentrados nas empresas TEx e AGGER”.

Ernesto Vasconçelos

Hailton Costa Neves conta que, ao orientar a todos a trabalhar em casa, no sistema home office, a corretora disponibilizou hardware para aqueles que não tinham recursos, para que pudessem executar suas funções da melhor maneira possível. O sistema de gestão da corretora já é na web, nós apenas ajustamos. “Para cotações nós temos dois sistemas multicálculos, que foram disponibilizados para serem usados de casa. Reconfiguramos os atendimentos via WhatsApp business nos celulares que fornecemos para contato com os clientes, permitimos que os e-mails pudessem ser usados por outros IP´s. Todos os dias, sempre pela manhã, nós fazemos uma reunião online para trocarmos experiências do dia anterior e falarmos das nossas ações do dia e neste caso usamos uma ferramenta disponível no Google”.

Bernard Biolchini

O corretor de seguros, Ernesto Vasconcelos, disse que a corretora possui software de gestão e cálculo nas nuvens. “Portanto, a área financeira, comercial e técnica trabalha em home office sem dificuldade, uma forma que já conhecíamos e estamos aprendendo mais e quem sabe, continuar trabalhando dessa forma. Quem não tem internet ou PC em casa, vai para o escritório”.

O Grupo Pentagonal Seguros teve que se adaptar para dar continuidade as suas atividades na matriz e todo suporte necessário aos franqueados. “Com objetivo de facilitar a comunicação com os nossos colaboradores, usamos a ferramenta virtual Workflow, onde as demandas são inseridas no depositário e acompanhadas em tempo real. Toda operação é efetuada através do iCloud e os sistemas da matriz e das franquias são unificados”, comentou Bernard Biolchini, CEO da corretora carioca.

 

Corretor de Seguros – Ernesto Vasconçelos

Ernesto Vasconçelos

Arte Real Corretora de Seguros

Como os corretores estão atuando neste momento de isolamento social?

Essa pandemia nos mostrou como os players do mercado securitário opera hoje e buscar alternativas ou utilizar as que já existiam mas que não era praticada, seja por desconhecimento ou receio do “novo”, (novas tecnologias, formas de gestão, etc.), tudo online. Acredito que após a pandemia algumas tecnologias serão impulsionadas ou pelo menos serão exigidas com mais frequência, como por exemplo o certificado digital, que até hoje, não foi incorporada pelo grande público no seu dia a dia, bem como os seguros serão vistos com maior relevância e não apenas como despesa, principalmente o seguro de vida e saúde.

A nossa corretora possui soft de gestão e cálculo nas nuvens, portanto a área financeira, comercial e técnica, estão trabalhando em home office sem dificuldade, quem não tem internet ou PC em casa vem para o escritório, uma forma que já conhecíamos e estamos aprendendo mais e quem sabe, continuar trabalhando dessa forma. Já pedimos orientação ao nosso contador e advogado mais informações e o que implica em nosso atual modelo de contrato de trabalho, o sistema de trabalhar em casa.

E em relação a:

– atendimento aos cliente;

Enviamos um comunicado aos nossos clientes, parceiros e colaboradores internos e externos que inicialmente estaríamos atendendo via nossos canais telefônicos, e-mail’s, vídeo chamada, mensageiros, chat e redes sociais e que também com pessoal reduzido internamente (salas separadas) sem atendimento ao público.

Poucos clientes visitam a nossas instalações, geralmente é o inverso, muitos já são atendidos virtualmente e somente em casos específicos que se exige a assinatura no papel, como os casos de saúde, é que vamos com o cliente. E até isso está mudando já tem seguradora que pede assinatura digital, via e-mail ou token.

– sinistro;

Prioritariamente por telefone e e-mail, pois inclusive as oficinas estão fechadas por determinação do governo local, mas já soubemos que ele vai editar um novo decreto liberando oficinas e outras prestadoras de serviços. No momento estamos apenas com um pequeno problema no caso de assistência a vidro que o prestador está fechado, mas o segurado entendeu o momento.

– relacionamento com os demais colaboradores da corretora;

Todos os nossos corretores, estão sendo atendidos remotamente, visto que as documentações físicas quando necessárias não podem ser protocoladas nas seguradoras por estarem fechadas e/ou apenas com atendimento interno.

Baixamos aplicativos que nos permitem vídeo conferencia, que utilizamos quando necessário com nossos colaboradores internos.

– como as seguradoras estão dando suporte aos corretores?

Todas as seguradoras estão em contato via telefone, seja por mensagens, e-mail ou fone, diariamente e prontamente, seja na sucursal ou Matriz.

– qual a tecnologia emprega nesses dias na gestão, cotação e etc?

Como falei antes, temos um sistema integrado de cálculo, gestão financeira e comercial nas nuvens, além de servidor próprio para backup.

Com isso nossos corretores podem acessar de onde estiverem dados de seus clientes, seguradoras e renovações, bem como nosso pessoal da área financeira e técnica, dessa forma não sentimos muito o fechamento do escritório por determinação do governo local, inclusive havíamos determinado o home office antes do decreto.

Vamos aguardar o retorno para ver o que mudou em nossa forma de trabalhar e ver o mundo pós COVID-19 e já nos preparar para casos futuros.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguros de pessoas em destaque na edição de novembro da Revista Cobertura - t.co/w7JEK9wM0k

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

NEXT passa a oferecer seguro residencial a partir de R$19,90 - t.co/zxTxUtJj9c

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Cursos da ENS com descontos imperdíveis durante a Black Week da TEx - t.co/EQXT8qj4VO

To Top