Revista da Aconseg-SP

Vendas mais ágeis, intuitivas, qualificadas e consultivas

 

Plataformas digitais para auxiliar os corretores e produtos inovadores, com diferentes recortes regionais e perfis seguem como prioridades para o Grupo Bradesco Seguros em 2020

Nesta entrevista exclusiva à Revista da Aconseg-SP, Leonardo de Freitas, diretor da Organização de Vendas do Grupo Bradesco Seguros, fala sobre as iniciativas da companhia para os corretores parceiros das assessorias, a posição do Grupo sobre a autorregulação e as perspectivas para o mercado de seguros em 2020, além das iniciativas digitais.

Revista da Aconseg-SP: Atualmente, quais são as ferramentas que a companhia disponibiliza para os corretores de seguros?

Leonardo de Freitas: Oferecemos duas plataformas que têm como objetivo ajudar a rotina dos corretores – Portal de Negócios e Aplicativo BS Corretor – ferramentas que eles podem obter auxílio no processo de venda e até o pós-venda. Vale reforçar que estamos evoluindo, de forma gradual, de uma estratégia tradicionalmente centrada na distribuição de produtos para uma visão com foco total na jornada do cliente.

RA: Podemos afirmar que isso é um processo de transformação digital?

LF: Exatamente. Essa evolução está intimamente ligada ao processo de transformação digital, que envolve mudança na maneira de pensar e de encontrar soluções para atrair o cliente ao centro de decisão do negócio, fazendo com que o corretor consiga se aproximar do cliente e acompanhar as suas necessidades. O Grupo Bradesco Seguros continua investindo em novos formatos digitais ampliando as funcionalidades e otimizando a experiência do usuário e do corretor.

RA: Qual é o foco principal?

LF: Estamos trabalhando para que as plataformas digitais sejam uma ferramenta de auxílio ao corretor para a realização de vendas mais ágeis, intuitivas, qualificadas e consultivas. Vamos continuar investindo na busca por eficiência administrativa e excelência no atendimento, além da contínua evolução do modelo de atuação multirramo e multicanal, visando entregar soluções completas de proteção em diferentes ciclos de vida dos clientes. Vale ressaltar que em breve teremos o lançamento do Programa Recompensa que irá auxiliar os corretores a incrementarem ainda mais suas receitas.

RA – O que podemos antecipar de novidades para os corretores de seguros?

LF: A presença em vários canais é um forte diferencial da Bradesco Seguros. Temos observado um alto crescimento da quantidade de itens distribuídos com o auxílio de ferramentas digitais, que já ultrapassam a marca de um milhão de itens comercializados. A companhia pretende continuar investindo no desenvolvimento dessas plataformas digitais, implementando melhorias no Portal de Negócios e no Aplicativo BS Corretor, lembrando que, para isso, as opiniões e sugestões dos corretores e usuários são sempre consideradas.

RA: E no portfólio da companhia?

LF: Em termos de estratégias para 2020, podemos adiantar que continuaremos investindo em produtos inovadores, com diferentes recortes regionais e de perfis.

RA: Um incentivo para os corretores é a Campanha Talentos de Seguros?

LF: Sim, também contamos com a Campanha Talentos de Seguros que distingue os profissionais que melhor identificam as necessidades do cliente, atuando com inovação em um mercado em constante transformação. A campanha mobiliza as equipes comerciais e milhares de corretores parceiros em todo o Brasil, os campões são reconhecidos com o Troféu Talento de Seguros entregue em uma programação especial que reúne os melhores do país em Comandatuba, no sul da Bahia.

RA: Qual é o posicionamento da companhia em relação à autorregulação dos corretores?

LF: A companhia entende que a autorregulação dos corretores não provoca nenhum impacto na longeva parceria desenvolvida com esses profissionais. Reforçamos nosso posicionamento e reafirmamos a visão da importância da venda consultiva e da relação direta entre as pessoas nesse processo. Por meio dos corretores, é possível aumentar cada vez mais a venda de seguros ainda pouco explorados, sempre com foco na identificação das reais necessidades do cliente. Isso tendo em vista que os corretores assumem cada vez mais um papel de protagonistas na indústria de seguro.

RA: Nesse sentido, o foco é disseminar a cultura do seguro?

LF: A companhia está empenhada em ampliar e consolidar a cultura do seguro no Brasil, difundindo mensagens que transmitam para a sociedade a importância de contar com os produtos como forma de proteger sua vida e seu futuro. Vamos intensificar ainda mais esse movimento de proteção em nossas campanhas de comunicação, assim como a relevância do planejamento no dia a dia da população.

RA: Finalizando, quais são as perspectivas para o mercado de seguros para este ano?

LF: O principal desafio continua sendo o cenário da economia brasileira, que impacta todos os segmentos, incluindo o mercado de seguros. Não há dúvida de que um crescimento mais robusto do nosso mercado, à altura do seu imenso potencial, dependerá de uma retomada da atividade econômica e das ofertas de emprego.

No caso do Grupo Bradesco Seguros, temos a vantagem competitiva de sermos uma companhia multirramo, com diversidade de produtos e canais de comercialização para diferentes segmentos. Nosso desafio é estreitar cada vez mais a relação com o cliente em termos de fidelização e experiência com a marca, a fim de explorar integralmente nosso potencial de crescimento orgânico.

Conteúdo da edição número 49 (janeiro/fevereiro/março/abril de 2020) da Revista da Aconseg-SP

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Confiança do consumidor aumenta, mas é preciso cautela - t.co/rwEpvbxb0H

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Mapeamento eletrônico de saúde reforça argumentação para Corretores nas vendas do Porto Seguro Saúde - t.co/MVWegmkJEU

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

SUSEP homologa CERC e CSD que já podem registrar operações do mercado de seguros - t.co/PsBMBgXhoO

To Top