Cobertura Especial

Nasce uma nova Allianz: a novidade é a distribuição via assessorias

 

Seguradora inicia processo de integração com a aquisição das operações de Automóvel e Ramos Elementares da SulAmérica. “Por causa da distribuição das assessorias, um modelo que a companhia não tinha presente, a Allianz comprou uma empresa e não uma carteira”, disse Eduard Folch 

Por Karin Fuchs 

Na última sexta-feira, 10 de julho, a Allianz concluiu a aquisição das operações de Automóvel e Ramos Elementares da SulAmérica por R$ 3,2 bilhões. “Hoje nasce uma nova Allianz, muito mais forte para fazer frente aos desafios do mercado de seguros no país. A compra é o maior investimento do grupo no Brasil e na América Latina”, afirmou o presidente da Allianz Brasil, Eduard Folch.

Eduard Folch

A aquisição faz parte da estratégia global do grupo em ampliar a sua participação em Ramos Elementares. O próximo passo é focar na integração. “Nós fizemos um modelo de aquisição de uma companhia e não de uma carteira, aquisição de capital intelectual, de sistemas tecnológicos e de canais de distribuição. Nós temos muitas coisas em comum. Somos empresas centenárias e temos visão de futuro e muita vontade de inovar”.

Folch explicou que eles não têm pressa para a integração. “Nós vamos começá-la, mas não estamos com pressa. Vamos respeitar as culturas das companhias e a forma como os corretores estão acostumados a trabalhar. Seremos a 3ª seguradora de Ramos Elementares no país e vamos ocupar os primeiros lugares em qualquer região do país”.

Distribuição 

São 27 mil corretores, 62 assessorias e parcerias adicionais com instituições financeiras que formam a distribuição da Allianz no país. A novidade é a distribuição via assessorias. “Por causa da distribuição das assessorias, um modelo que a companhia não tinha presente, a Allianz comprou uma empresa e não uma carteira. Elas continuarão sendo atendidas pelas pessoas e pela equipe comercial. Vamos entender como funciona esse modelo e oferecer outros produtos, além do Auto e Ramos Elementares”.

Para os corretores que ainda não trabalham com a companhia, Folch citou dois diferenciais: “A soma de uma atendimento pessoal de primeiro nível, muito perto das necessidades dos corretores, combinado com processos que facilitarão a vida deles para que possa fazer o seu principal trabalho, atender os clientes. Uma combinação de atendimento pessoal e processos eficientes”.

Comitê executivo 

Com a aquisição, um novo comitê executivo foi criado, formado por pessoas de diferentes culturas e experiência e de várias nacionalidades. “É o time que começa essa integração, o que é o melhor dos dois mundos. A estrutura comercial será dirigida por Eduardo Dal Ri”.

Posição 

Com a aquisição, os prêmios somarão mais de R$ 7 bilhões e a companhia passa a ser responsável por cerca de 70% dos negócios do Grupo Allianz na América Latina. Ocupa a 2ª posição no mercado de seguros de Automóvel e 1ª em Condomínio. “A Allianz dobrará de tamanho no Brasil, também será possível realizar cross selling e diversificar produtos que estão sendo oferecidos tanto da Allianz como da SulAmérica. Estamos ampliando a nossa atuação no país. Queremos ganhar posição no ranking e saber melhor o que o consumidor brasileiro quer e o que ele não quer”.

Ela já nasce digital. “Houve alta nas vendas de seguros nas últimas semanas. Isso mostra que o corretor já está preparado para essa inovação digital, a Allianz começou esse processo há cinco anos e a companhia está trabalhando com todos os funcionários remotamente”, comentou Folch.

Renovação 

O executivo também esclareceu que as renovações da SulAmérica continuarão da mesma forma. “Continua exatamente igual, com as mesmas condições de preço, cobertura e de produto. O sistema da SulAmérica segue no novo negócio, nos endossos e na renovação”.

Com base em dados da Susep, nos cinco primeiros meses do ano, a companhia cresceu 8,3%, enquanto o mercado encolheu 0,4%. Em automóvel a alta foi de 12,8%, o mercado teve uma queda de 7,5%, e no residencial a expansão da companhia foi de 41,3%, enquanto o mercado teve retração de 5%.

 

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Evento digital da Bradesco Seguros destaca novidades no segmento de automóveis - t.co/quvzWsKUXS

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Prudential do Brasil tem novo modelo de franquias - t.co/E7mJd3wf8B

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Porto Seguro renegocia R$ 50 milhões em aluguéis entre os meses de abril e outubro - t.co/xIatGyDSPV

To Top