Notícias da Revista da Aconseg-SP

Marketing digital para corretores de seguros

 

Confira quais são os primeiros passos indicados por Fabio Medeiros, coordenador do MBA em Transformação Digital na Escola de Negócios e Seguros

Marketing digital é a nova ferramenta que pode aumentar vendas. Isso é realidade para todos os serviços e produtos. Mas como o corretor de seguros pode utilizar no seu dia a dia? Fabio Medeiros, coordenador do MBA em Transformação Digital na Escola de Negócios e Seguros, separou algumas dicas de como o profissional pode atuar em sua corretora.

Para Medeiros, antes mesmo de o corretor começar as suas ações, ele precisa fazer um planejamento. “É fundamental traçar os objetivos, mapear as personas e definir os indicadores e metas que irão guiar as estratégias do corretor no universo digital”.

Depois disso, ele enumerou três dicas para que o corretor atue em marketing digital. A primeira está relacionada ao conhecimento. “Primeiro, domine as ferramentas. É importante que o corretor conheça bem o funcionamento das principais ferramentas do mundo digital: e-mail, redes sociais, WhatsApp, etc.”.

A segunda dica é sobre produzir conteúdos relevantes sobre o mercado de seguro. “Não tenha medo ou vergonha de produzir conteúdo de qualidade sobre seguros na internet. Quanto mais conteúdo de relevância o corretor produzir, maior será a sua autoridade sobre o assunto”.

Por último, é preciso que o corretor invista em anúncios de forma estratégica. “O alcance orgânico é cada vez menor nas redes sociais. Para ter o seu conteúdo distribuído e atingir seu público-alvo, é preciso direcionar a mensagem através de anúncios”.

Mas mesmo com todos esses passos, o especialista revela que o primordial para que o corretor venda com marketing digital é que ele entenda que a venda é um processo. “E pode ser bem complexa e customizada, como no caso de alguns tipos de seguro. É importante que o corretor seja ágil e assertivo no relacionamento virtual com o cliente. A interação em ambientes digitais tende a ser mais dinâmica e fracionadas”.

O tempo de resposta do corretor precisa ser mais curto, usando preferencialmente o canal que o cliente em potencial iniciou a interação: WhatsApp, e-mail, chat, etc.”. 

Ele afirma que o consumidor é multiplataforma, ou seja, está tanto no on-line como no off-line. “A vantagem do marketing digital é a capacidade maior de segmentação e a mensuração precisa e em tempo real das ações. O ideal é orquestrar as ações de marketing de forma estratégica e integrada”.

Levando em consideração todas essas ações, o corretor de seguros pode aumentar suas vendas ao utilizar o marketing digital e os resultados são de curto, médio e longo prazo. “Os anúncios segmentados, como Google Ads, Facebook/Instagram Ads, trazem resultados imediatos. Uma vez tendo o ambiente adequado de captura de leads (clientes em potencial), os resultados aparecem em poucas semanas”.

Já as estratégias de produção de conteúdo começam a dar resultado no médio prazo, segundo ele. “Disparos de newsletters, redação de artigos e produção de conteúdo para redes sociais têm resultados no médio prazo. Em alguns meses já é observado maior tráfego ao site e maior engajamento nas redes sociais”.

Segundo Medeiros, as estratégias de SEO (Search Engine Optimization), que na prática é o bom ranqueamento no Google, são de longo prazo, acima de seis meses. “O importante é combinar o mix de marketing digital para ter resultados mais efetivos, pois as estratégias são potencializadas quando operadas de forma conjunta e estratégica”.

Conteúdo da edição de abril/maio/junho (número 50) da Aconseg-SP

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Allianz aposta na simplicidade e na sofisticação dos produtos - t.co/yc3n1UCfBq

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Backoffice para o corretor vender mais - t.co/QSPfvdiSiK

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

2º Encontro de Tecnologia Aconseg-SP: O que a aviação tem em comum com as assessorias? - t.co/gLvUw9Oiaf

To Top