Tecnologia & Serviços

Terminal de autoatendimento substitui o crachá, realiza medição de temperatura pelo pulso e checagem inteligente de uso de máscara

 

O terminal de autoatendimento pode ser integrado ao controle de acesso para liberar apenas a entrada de pessoas sem febre e com máscara de proteção

Com o retorno de algumas atividades, os estabelecimentos devem se responsabilizar pela medição da temperatura dos clientes e pela obrigatoriedade do uso de máscara. A tarefa tem sido delegada para seguranças e recepcionistas que ficam expostos ao vírus quando não é necessário. A Teleinfo Soluções anuncia para o mercado brasileiro o Self Checking, terminal de autoatendimento que confere a temperatura dos clientes pelo pulso – o que é mais assertivo – e só libera a entrada após a verificação do uso de máscaras através da tecnologia de reconhecimento facial quando integrado ao controle de acesso.

O sistema realiza a medição da temperatura através de um sensor termoelétrico infravermelho enquanto identifica se o usuário está usando máscara, em caso negativo, a solução reproduz um alerta de voz para solicitar que o acessório seja colocado para evitar contaminações. Toda a operação demora cerca de 0,2 segundos e o totem pode atender até 30 pessoas por minuto – evitando filas na entrada, mas assegurando a segurança de todos.

“Quando integrada a um sistema de Controle de Acesso, em caso de Condomínios, Empresas e Indústrias, o sistema de reconhecimento facial dispensa o uso de cartões de acesso ou chaves e libera automaticamente a entrada de funcionários e moradores ao mesmo tempo em que identifica casos de febre, um dos sintomas de alerta para a Covid-19. A solução armazena até 10 mil faces e possui taxa de reconhecimento de 90% com máscara e 99% sem”, explica Luciana Cartocci, Diretora Executiva da Teleinfo.

Com a vantagem de não necessitar contato físico e de possuir tamanho compacto e fácil instalação, o terminal de autoatendimento e checagem é recomendado para Hospitais, Comércios, Escolas e Faculdades, Condomínios, Clubes, entre outros cenários. O sistema ainda pode funcionar parcialmente, apenas com a medição da temperatura ou somente com o reconhecimento facial, se adaptando à diversas funções e demandas.

A tecnologia à prova de futuro garante o uso da solução mesmo pós-pandemia, o terminal possui recursos técnicos biométricos para o Reconhecimento Facial, que pode ser integrado à um sistema de controle de acesso mediante estudo, tem a função de vídeo porteiro com comunicação bidirecional de áudio e vídeo com a  opção da abertura remota da porta controlada e também pode sem integrado à sistemas de CFTV através do protocolo ONVIF, tornando-se uma câmera de segurança gravando remotamente os acessos.

A Teleinfo Soluções, empresa especializada em soluções de infraestrutura física para ambientes de tecnologia da informação e telecomunicações de alta complexidade, acaba de homologar a solução no País e para saber mais informações sobre o dispositivo, acesse: www.teleinfo.com.br

 

Comentários

Newsletter



Facebook

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Nasce em Brasília uma nova assessoria em seguros - t.co/R0o5Opjkd0

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Estamos ao vivo no YouTube com Sérgio Magalhães, sócio da TASS Brasil, num bate-papo sobre o modelo de negócios e a… t.co/k2oxkipSMT

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Confiança do consumidor aumenta, mas é preciso cautela - t.co/rwEpvbxb0H

To Top