Responsabilidade Social

Zurich é recertificada pela Stonewall Top Global Employers 2020 por ser uma das maiores empregadoras globais da população LGBTQIA+

 

 

  • Empresa é a única seguradora em um grupo de 17 companhias globais reconhecidas, com um selo, pelos esforços de promoção da diversidade, inclusão e equidade no ambiente de trabalho.
  • A empresa é signatária de mais de 10 compromissos voltados para as respectivas políticas que se refletem no “Jeito Z”, o jeito Zurich de ser. 

São Paulo  – Uma empresa inclusiva, que promove a equidade e a inclusão em seu time e que, para tal, conta com diversas iniciativas para ter em seus quadros pessoas diversas – independentemente de suas etnias, crenças políticas ou religiosas e, também, de suas orientações sexuais.

É por esses princípios e por promover um ambiente plural e inclusivo, em todos os 215 países em que está presente, e por contar com iniciativas concretas, em especial para a inclusão da população LGBTQIA+ em seus quadros, que a Zurich recebeu a recertificação do selo Stonewall Top Global Employers 2020. A chancela é concedida pela Stonewall, entidade britânica fundada em 1989 para defender os direitos dessa comunidade.

Uma imagem contendo desenho Descrição gerada automaticamenteA lista das Stonewall Top Global Employers 2020 (Melhores Empregadores Globais da Stonewall, em tradução livrecelebra os esforços pioneiros de organizações líderes para criar locais de trabalho inclusivos e promover a equidade para as pessoas LGBTQIA+. “A Zurich está plenamente aderente a essas práticas, razão pela qual estamos muito orgulhosos por receber o selo neste ano e, também, por sermos a única empresa do setor de seguros no ranking. A primeira vez que fomos contemplados com tal reconhecimento foi em 2018, e essa recertificação é prova do reconhecimento mundial dos nossos esforços”, afirma Edson Franco, CEO da Zurich no Brasil. 

A lista das empresas contempladas com o selo foi elaborada a partir do Índice de Igualdade no Local de Trabalho Global (GWEI, na sigla original) da Stonewall. “Promovemos oportunidades iguais por meio de programas de desenvolvimento de funcionários e líderes, oferecendo cursos de idiomas, treinamento presencial e online, mentoria, entre outros. Mas o trabalho evolui, com outras frentes e iniciativas. Neste ano, por exemplo, o nosso Conselho de Diversidade e Inclusão começou a trabalhar em sete pilares fundamentais de forma interligada: Gêneros; LGBTQIA+; Étnico-racial; Interculturalidades e Religiões; Gerações Juniores; Gerações Seniores; e Deficiências”, explica o Gestor do Programa de Diversidade e Inclusão da Zurich no Brasil, Fellipe Cardoso.

Ele destaca que o compromisso com a diversidade é algo muito sério para a empresa, tanto que, também no ano passado, aderiu à iniciativa de Padrões de Conduta para Negócios das Nações Unidas, para o combate à discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexuais. No Brasil, a companhia conta com reconhecimentos a respeito. É certificada pela Edge no nível “Move” em relação à equidade de gênero. Trata-se de uma certificação independente e global, dividida em três níveis (Asses, Move e Lead). Move é destinado às companhias com políticas implementadas e com resultados sólidos. E, neste ano, foi listada no Guia Exame de Diversidade, por ser uma das mais inclusivas do país – e com pontuação acima da média do ranking geral.

Diversidade na prática

A Zurich no Brasil fomenta junto aos seus 1.500 funcionários a cultura de diversidade e inclusão. Desta forma, a companhia promove oportunidades para equidade entre todos esses profissionais, contemplando as diversidades de gênero, deficiência física, LGBTQIA+, raça, etnia, gerações, crenças etc. “Esses princípios proporcionam conforto e segurança para as pessoas e, por essa razão, tivemos um aumento de 15% na contratação de profissionais que se identificam com orientações homo, bi e pansexual”, afirma Fellipe Cardoso, que destaca, ainda, que a empresa é certificada pelo Instituto Great Place to Work como uma das melhores para se trabalhar.

Tais pilares são as bases do “Jeito Z”, os quais sintetizam a essência do que a Zurich é e como ela age. O debate da pluralidade é constante na empresa e se faz por meio de iniciativas concretas, como grupos e comitês. Além disso, a companhia possui mais de 10 compromissos públicos assinados com grupos relevantes, como o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e a Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial por mais oportunidades e inclusão para pessoas LGBTQIA+, negros e pardos. E em 2019, foi uma das patrocinadoras da Parada do Orgulho LGBT em São Paulo.

“Tudo isso faz parte de uma luta pela valorização, pelo respeito ao próximo e pela criação de oportunidades alinhadas ao nosso Jeito Z. Essas ações promovem um ambiente de trabalho cada vez mais justo e com equidade, e também contribuem para a percepção da pluralidade como fio condutor para o desenvolvimento social e econômico da comunidade a nosso redor”, finaliza Fellipe Cardoso.

 

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguros de pessoas em destaque na edição de novembro da Revista Cobertura - t.co/w7JEK9wM0k

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

NEXT passa a oferecer seguro residencial a partir de R$19,90 - t.co/zxTxUtJj9c

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Cursos da ENS com descontos imperdíveis durante a Black Week da TEx - t.co/EQXT8qj4VO

To Top