Artigos

Em setembro, confiança das seguradoras se estabiliza

 

         1) Análise

 

        Nas seguradoras, pelo quarto mês seguido, a trajetória de recuperação da confiança das seguradoras continuou.

 

        Agora, o cenário é de estabilidade, com números em torno de 100 pontos. Ou seja, a manutenção da situação nos próximos seis meses, sem otimismo ou pessimismo.

 

        A seguir, os últimos indicadores obtidos.

 

Indicador Mai.20 Jun.20 Jul.20 Ago.20 Set.20
ICES 51,0 59,2 74,3 93,5 99,7
ICER 51,8 66,4 92,0 106,4 87,5
ICGC 59,6 65,2 97,3 107,3 105,7
ICSS 54,0 63,5 87,3 102,2 97,4

 

 

 

 

         2) Expectativas para daqui a 6 meses

 

        A seguir, a distribuição percentual das respostas, com relação a cada um dos setores analisados.

 

  1. a) Crescimento da Economia Brasileira

 

Avaliação (%) Seguradoras Corretoras Resseguradoras
Muito Melhor 0 0 0
Melhor 42 30 0
Igual 30 61 57
Pior 24 9 29
Muito Pior 4 0 14
Total 100 100 100

 

  1. b) Rentabilidade do seu setor

 

Avaliação (%) Seguradoras Corretoras Resseguradoras
Muito Melhor 0 0 0
Melhor 18 21 29
Igual 36 70 42
Pior 46 9 29
Muito Pior 0 0 0
Total 100 100 100

 

  1. c) Faturamento do seu setor

 

Avaliação (%) Seguradoras Corretoras Resseguradoras
Muito Melhor 3 0 0
Melhor 33 13 14
Igual 40 74 57
Pior 24 13 29
Muito Pior 0 0 0
Total 100 100 100

 

 

        3) Gráficos Selecionados

 

        Abaixo, como ilustração, a evolução do ICES e de seus fatores.

 

 

        4) Sobre o ICSS

 

– O ICSS é um indicador mensal que mede a confiança do setor de seguros no Brasil. Esse indicador é o resultado de três variáveis: ICES (Índice de Confiança e Expectativas das Seguradoras), ICER (Índice de Confiança e Expectativas das Resseguradoras) e ICGC (Índice de Confiança das Grandes Corretoras).

– Em todos os finais de mês são enviadas perguntas simples, de múltipla escolha, em que as empresas dizem sobre o que esperam que aconteça nos próximos seis meses, com relação a algumas variáveis relevantes do setor. Ao todo, aproximadamente 100 companhias são entrevistadas em cada oportunidade.

– Embora todas as perguntas sejam de caráter institucional, as respostas das companhias não são divulgadas individualmente.

– No seu cálculo, o indicador leva em conta três aspectos: economia brasileira, faturamento e rentabilidade de cada um dos setores citados.

– A partir dessas informações, e após cálculos estatísticos, é definido esse índice, cujo valor varia de 0 a 200. O número 100, que divide o índice ao meio, sinaliza que a expectativa atual é que a situação permaneça a mesma no futuro. Por outro lado, quanto maior esse valor, mais otimista está o segmento; e vice-versa.

– O ICSS é divulgado em toda primeira semana de cada mês, tomando como referência os dados obtidos em pesquisa realizada na última semana do mês anterior.

– Essa metodologia segue um padrão similar ao existente em Indicadores de Confiança de outros setores econômicos – por exemplo, Índice McKinsey, Índice Fecap (IFECAP), Índice de Confiança do Comércio (ICEC), Índice de Confiança da Indústria (ICI), etc.

 – Para uma discussão teórica do tema acima, ver… http://www.ratingdeseguros.com.br/pdfs/artigoteoricoICES.pdf

– Com o objetivo de mensurar com precisão a evolução das expectativas, as perguntas usadas no cálculo do ICSS são repetidas mensalmente.

– Em termos econômicos, o ICSS tem três objetivos principais:

* permitir a comparação com outros indicadores similares da economia (macroeconômicos e de setores específicos);

* torna-se uma fonte teórica e acadêmica;

* o próprio segmento avaliado e seus setores relacionados passam a compreender as expectativas atuais e, assim, podem entender melhor esse mercado e fazer com mais acuidade as suas previsões.

 

Estudo realizado por: Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

 

 

 

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

“O seguro de Vida Individual é a bola da vez”, afirmou Molina - t.co/kkkAErhkpl

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Allianz aposta na simplicidade e na sofisticação dos produtos - t.co/yc3n1UCfBq

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Backoffice para o corretor vender mais - t.co/QSPfvdiSiK

To Top