Auto & Serviços

O valor do seguro dos carros mais vendidos do Brasil em setembro

 

Preço do seguro para homens tem queda em seis modelos, enquanto mulheres veem redução do valor em três veículos da lista; Mobi registra seguro mais barato para perfil masculino e KA para feminino 

São Paulo, outubro de 2020 – A Minuto Seguros, uma das principais corretoras do País e líder no segmento de seguros online, acaba de realizar um estudo com base na lista divulgada pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) com os carros mais vendidos no Brasil em setembro. 

Após a retomada da liderança do ranking dos carros mais vendidos do Brasil em agosto, o Onix, da Chevrolet, confirmou mais uma vez o primeiro lugar com 11.710 unidades comercializadas. Com relação ao preço do seguro do hatch da GM, boas notícias para os proprietários residentes na cidade de São Paulo, que registrou queda nos valores tanto para homens quanto para mulheres. Para eles, a redução foi de 12,3%, enquanto para elas, de 3,7%. Na média entre as cinco capitais cotadas no estudo, o preço para o público mascilino teve elevação de 1,6% e, para o público feminino, a alta foi de 13%.   

No mês seguinte ao retorno do Gol ao Top 3, o modelo da Volkswagen subiu mais uma vez no ranking e alcançou a segunda colocação. O destaque também ficou por conta da redução no preço médio do seguro para os homens, que havia registrado o valor de R$ 1.991 em agosto e, em setembro, caiu para R$ 1.905, uma queda de 4,3%. Já para as mulheres, as boas novidades também ficaram nos valores cotados em São Paulo, onde houve redução de 18%, já que saiu de R$ 1.743, no mês anterior, para R$ 1.431.  

Apesar de ter perdido a segunda colocação para o Gol, o HB20 se manteve no pódio do ranking dos carros mais vendidos do Brasil em setembro. No que diz respeito ao preço do seguro, houve redução de valores para o perfil masculino em São Paulo: 11,3%. Em contrapartida, as mulheres tiveram elevação de 13% no valor do seguro para o modelo da Hyundai na capital paulista. Ao levar em conta a média das cotações entre as cinco cidades, a alta para o público feminino foi de 17%. Neste quesito, para os homens, o preço se manteve estável, com uma leve variação de 0,3% para cima. 

Fiat Argo e Jeep Compass registram queda no preço do seguro para ambos os públicos; Valores em SP tem redução de até 18% 

Quarto colocado no ranking dos veículos mais vendidos do Brasil, o Argo registrou queda no preço médio do seguro tanto para homens quanto para mulheres. Para o público masculino, o valor passou de R$ 1.907, em agosto, para R$ 1.793, em setembro, o que significa uma redução de 6%. Já para o feminino, os preços diminuíram 2,2%. Ainda com relação ao preço do seguro do modelo da Fiat, chamou a atenção a queda de 16% para ambos os públicos na cidade de São Paulo. 

Outro modelo que registrou variações semelhantes quanto ao preço do seguro foi o Compass, sétimo colocado na lista. O veículo da Jeep seguiu os passos do Argo, apresentando redução de 2,2% na média entre as capitais cotadas para homens e 1,5% para as mulheres. No Rio de Janeiro, a queda nos valores do seguro do SUV foi ainda maior: 11,2% para o perfil masculino e 10,2% para o feminino. 

Segundo veículo da GM mais bem colocado na lista, o Onix Plus registrou redução de 8,3% no preço médio do seguro para o público masculino e elevação de 3% para o feminino. Já em São Paulo, o valor do seguro mostrou queda de 14,4% para os homens e 16% para as mulheres. No estudo, a capital paulista é destaque pela diminuição do preço das cotações em relação ao mês de agosto, já que 9 veículos mostraram queda no preço para o perfil masculino e 6 para o feminino, sendo a maior delas a do Volkswagen Gol para mulheres, cuja redução foi de 18%.  

Sexto colocado no ranking e terceiro modelo da Chevrolet a emplacar no Top 10, o Tracker seguiu a tendência de queda no valor do seguro na capital paulista: 7% para as mulheres e 0,6% para os homens. Já na média das cotações entre todas as cidades presentes no estudo, também houve redução para o perfil masculino. Em agosto, eles pagavam, em média, R$ 3.083 no seguro do Tracker, já em setembro esse valor é de R$ 2.904, o que representa uma queda de 5,8%. Em contrapartida, o público feminino viu uma alta de 3,6%.  

Pelo segundo mês consecutivo, o KA registrou o menor preço médio do seguro para o público feminino. Em setembro, a média das cotações do modelo da Ford para as mulheres foi de R$ 1.413. Porém, em comparação com o mês de agosto, houve elevação de 9,4%. Para o público masculino, o valor foi de R$ 1.920, o que representou uma alta de 7%.  

Para o Renegade, nono colocado no ranking dos carros mais vendidos do Brasil em setembro, o preço médio do seguro se manteve estável para homens e mulheres em comparação com o levantamento de agosto, com uma leve variação de + 1% no caso do público masculino e de – 0,8% para o feminino. Em São Paulo, houve queda no valor do seguro para ambos os perfis: 6,4% e 1,3%, respectivamente.   

Na décima posição, o Mobi representou o seguro mais barato da lista de setembro para os homens, com o preço médio de R$ 1.648, o que também representou uma queda de 1,7% em relação a agosto. Já para as mulheres, o valor médio entre todas as capitais cotadas ficou em R$ 1.534, o que significa 10,8% de elevação se comparado ao último levantamento realizado. 

Análise do preço do seguro dos mais vendidos 

O preço médio do seguro de todos os 10 veículos da lista entre as capitais cotadas em setembro foi de R$ 2.301 para os homens, cerca de 8% menor do que o registrado em agosto. Para as mulheres, considerando este quesito, o valor médio foi de R$ 1.921 e representou uma elevação de 0,1% em comparação ao mês anterior.  

O valor médio do seguro mais barato para o público masculino, em agosto, ficou com o Fiat Mobi. No levantamento realizado, os homens pagam R$ 1.648. Enquanto isso, o posto de valor médio do seguro mais alto ficou com o Compass: R$ 3.948. Para as mulheres, o menor preço médio do seguro registrado em agosto foi o do Ford KA: R$ 1.413. O mais caro foi, assim como para o público masculino, o Compass: R$ 3.643.  

Para realizar o estudo, a Minuto Seguros considerou como perfil um condutor homem e uma condutora mulher, de 35 anos, ambos casados. Foram avaliados os preços dos seguros em cinco capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Manaus (AM) e Natal (RN). 

Quem paga menos pelo seguro? 

Dentro destes perfis mencionados, o preço do seguro para o KA é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas para homens. O valor mais alto está no Rio de Janeiro, com R$ 2.233, e o menor em São Paulo, por R$ 1.754, uma distância de R$ 479. No contraponto de diferença de valores, ainda citando o público masculino, o Compass é o que possui a maior diferença entre estados: R$ 3.231. A mais alta no Rio de Janeiro, R$ 5.965, e a menor em Manaus, com R$ 2.733. Para os homens, a capital amazonense é a cidade com seguro mais barato: seis dos dez carros. Nos seguros com valores mais altos, o Rio de Janeiro é a cidade que detém os maiores preços: oito dos dez veículos. São Paulo registrou o menor preço entre todos os modelos cotados no perfil masculino: R$ 1.405 para o Mobi. O preço médio do seguro para homens, na capital paulista, para os 10 carros mais vendidos é de R$ 2.097. Já no Rio de Janeiro, o valor é de R$ 3.067. 

Agora, falando no perfil feminino, o KA é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas, com uma diferença de R$ 341, do valor mais alto, que está em Natal, com R$ 1.555, para o mais baixo, que está em Manaus, com R$ 1.214. Em outra comparação, o Compass ficou com a maior distância de valores: R$ 2.691. O maior no Rio de Janeiro, com R$ 5.394, e a menor em Manaus, com R$ 2.703. No âmbito do público feminino, Manaus fica com o posto de cidade com o seguro mais barato: sete dos dez carros. Já os valores maiores estão concentrados em maioria no Rio de Janeiro: nove dos dez veículos cujo seguro tem maior preço ficam na capital carioca. O menor valor entre todos os modelos e capitais cotados no perfil feminino ficou com Manaus: R$ 1.208 para o HB20. O preço médio do seguro em São Paulo, para as mulheres, ficou em R$ 1.751 e no Rio de Janeiro, R$ 2.569.

 

 TABELAS COM OS VALORES DO SEGURO ANEXO

  

Detalhes da cotação

Capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Manaus (AM) e Natal (RN).

Seguradoras: Azul, Alfa, Aliro, Allianz, Bradesco, HDI, Itaú, Liberty, Sompo Seguros, Mapfre, Mitsui, Porto Seguro, Tokio Marine, Sulamerica e Zurich.

Perfil: Homem e mulher, 35 anos, casado(a).

Plano: Cobertura de terceiros de R$ 100 mil.

*As cotações utilizadas no texto são as de menor valor dentro dos perfis cotados com as seguradoras.

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Ferramentas gratuitas de videoconferências t.co/4kG9LYf35l Conteúdo da edição de julho/agosto/setembro (número 51) da Aconseg-SP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Quer ingressar no Saúde? t.co/UtnQvj7jQE Conteúdo da edição de julho/agosto/setembro (número 51) da Aconseg-SP

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Seguradoras oferecem treinamentos on-line para qualificação dos corretores; momento traz ainda novo modelo de atend… t.co/iaRq81NRnC

To Top