Auto & Serviços

Chegada do verão é sinônimo de preocupação com os alagamentos

 

 

 

O verão já chegou, assim como a temporada de temporais. Não bastasse o caos provocado pelas pancadas de chuvas repentinas, os motoristas ainda têm de estar atentos aos alagamentos. 

 

Roberto Posternak, diretor comercial da Ituran Brasil, empresa líder mundial em rastreamento veicular, faz um alerta para que as pessoas fiquem atentas aos sinais de perigo e que, jamais, enfrentem os alagamentos. 

 

“A preocupação, em primeiro lugar, deve ser com a vida. Se o carro estiver estacionado em um local adequado e mesmo assim for levado pelas chuvas, por exemplo, nosso plano de rastreamento Ituran Com Seguro (ICS), com adicional de cobertura por perda total, cobre este tipo de evento. Então, as pessoas não precisam se arriscar a serem levadas pela enxurrada pois o seu bem está protegido”, explica Posternak. “O Ituran com Seguro atende perfeitamente às necessidades das pessoas que querem segurar seu veículo, mas não conseguem, às vezes, arcar com os altos valores das apólices tradicionais. Lançamos este conceito de seguro no mercado brasileiro há mais de 10 anos. E, a cada novo ciclo, agregamos novidades que atendem as necessidades do mercado nacional. Ele está sempre em constante processo de evolução”, ressaltou Posternak.

 

De acordo com dados do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo, que compila informações de chuva desde 1995, dezembro tem, em média, 185,6 mm chuva; janeiro, 258,5 mm; fevereiro, 210,1 mm; e março 179,6 mm.

 

Diante do risco que representam alagamentos, o CGE chama a atenção para que os motoristas fiquem atentos às orientações transmitidas pela Prefeitura nos momentos de chuva através dos meios de comunicação e que evitem, na medida do possível, sair quando ocorrerem chuvas fortes. Se a residência costuma inundar, prepare lugares altos ou prateleiras para guardar objetos de maior valor. 

 

Como medida preventiva, o CGE orienta a população a manter telhados e calhas em ordem, desobstruir ralos e não jogar lixo nas ruas, em encostas, córregos, margens de rios ou áreas verdes, para evitar que estes materiais provoquem o entupimento de bueiros e ramais de drenagem

 

Para os motoristas, o CGE recomenda não transitar por ruas alagadas, mesmo que você conheça a região, pois a água pode ter aberto crateras submersas. Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas. Fique em lugar seguro, longe da rede elétrica e, se precisar, peça ajuda pelos telefones: 156 (Prefeitura), 199 (Defesa Civil) ou 193 (Corpo de Bombeiros).

 

Comentários

Newsletter



Facebook

Instagram

Twitter

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Manaus recebe respiradores desenvolvidos pela USP com apoio da Fundación MAPFRE - t.co/sca8HlGEW6

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Bradesco Seguros lança novo aplicativo para Corretores - t.co/sWDHlTyCZC

Revista Cobertura's Twitter avatar
Revista Cobertura
@RevCobertura

Gestão integrada é a melhor solução para as Corretoras na Era da digitalização - t.co/aBrN0gXiuK

To Top